Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Pininfarina presentará dois modelos com propulsores elétricos

A Pininfarina e o Hybrid Kinetic Group juntaram-se para apresentar mais dois protótipos, desta vez no Salão de Xangai. Primeiro foi o protótipo H600 (em baixo), apresentado pela primeira vez no Salão de Genebra. Depois, a confirmação: o H600 vai mesmo dar origem a um modelo de produção, de aspeto bastante semelhante ao modelo que pudemos ver no certame helvético.

Agora, sabe-se que o evento do mês passado foi apenas a ponta do icebergue. A casa de design italiana acaba de apresentar no Salão de Xangai – em conjunto com o grupo chinês Hybrid Kinetic Group – dois novos concepts: K550 e K750.
O primeiro (à esquerda) é um crossover de cinco lugares, enquanto que o segundo (à direita) é um SUV de maiores dimensões, que permite acomodar 7 ocupantes. Esteticamente, ambos derivam da linguagem de design adotada no H600. Facilmente vísível, sobretudo, no conjunto óticas-grelha.

Para já, a resposta é sim. Embora as especificações ainda não sejam conhecidas, a Pininfarina garante que – tal como o H600 – estes dois modelos vão recorrer a um conjunto de propulsores elétricos com extensor de autonomia (uma micro-turbina), que segundo a marca irá permitir percorrer até 1000 km (ciclo NEDC) num único carregamento.

A parceria entre a Pininfarina e o Hybrid Kinetic Group, anunciada há pouco mais de um mês, culminou num investimento de 63 milhões de euros, e terá a duração de três anos. 

Carter Yeung, membro do conselho de administração do grupo sediado em Hong Kong, afirma que o objetivo é de produzir mais de 200 mil veículos por ano daqui a uma década.

A Pininfarina vai estar envolvida não só no styling mas em todos os aspeto da produção desta gama de modelos elétricos. Tendo em conta que o H600 só irá chegar às linhas de produção em 2020 (na melhor das hipóteses…), o K550 e o K750 ainda vão ter de esperar.
Dito isto, para quando o desportivo 100% elétrico prometido no ano passado? Continuamos à espera, Pininfarina…

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPininfarina presentará dois modelos com propulsores elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Razão Automóvel conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário