Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Para Marchionne "a hibridização é fundamental para a Ferrari"

“Seria algo quase obsceno! Primeiro terão de me dar um tiro para isso acontecer”. Palavras de Sergio Marchionne há um ano sobre a possibilidade ter um Ferrari totalmente elétrico. “É necessário estar envolvido” disse à revista Auto, da FIA, há poucos dias, sobre a elétrica Fórmula E.

Segundo o italiano, “a hibridização é fundamental para a Ferrari”, deixando claro que o futuro verá mais modelos híbridos e menos espalhafatosos motores atmosféricos ou sobrealimentados. 

Esta via rumo às novas tecnologias não está ligada a alguma preocupação com as emissões, mas sim perseguindo mais performance. A ideia é criar, com a ajuda das novas tecnologias, algumas delas vindas da F1, uma cada vez melhor experiência emocional ao volante dos carros de Maranello.

Isso ficou claro nas últimas declarações de Marchionne, ao lembrar que a marca tem de estar atualizada com as novas tecnologias para aumentar vendas e lucros. Pelo que até 2019, todos os modelos oferecerão alguma forma híbrida de funcionamento.

Quanto à Fórmula E, Marchionne deu uma no cravo e outra na ferradura. “É difícil dizer quando entraremos na Fórmula E. Mas precisamos estar envolvidos nessa disciplina devido à eletrificação, através da hibridização, será parte do futuro.”

O nível de envolvimento não é, ainda, perceptível, mas Marchionne não afasta a possibilidade de um Ferrari Formula E, naturalmente, totalmente elétrico. Outra via é procurar uma equipe e ajudar no desenvolvimento, dando o nome sem se envolver de forma absoluta. 

Seja como for, depois de BMW, Mercedes, Audi e mais algumas marcas como a Jaguar e McLaren, terem revelado o seu interessa na fórmula elétrica da FIA, a Ferrari não poderá ficar de fora.

                                   VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPara Marchionne "a hibridização é fundamental para a Ferrari"

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário