Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Monociclo elétrico pode chegar à 130 km/h

Um dos principais problemas com o trânsito nas cidades é que a maioria dos automóveis em viagem apenas têm um passageiro mas ocupam muito espaço quando estão estacionados. Os motociclistas defendem os veículos de duas rodas como solução, mas não seria melhor tentar manter o nível de conforto? Mas para isso não é preciso optar entre duas e quatro rodas. Aliás, é possível fazê-lo só com uma roda gigante.

É aí que entra Rashid Tagirov, designer russo baseado na Alemanha. Tagirov propõe o O’Wheel 2, um monociclo disponível em duas versões, só para condutor (Ego) e para condutor e passageiro (Amo). 
Cada veículo tem duas rodas (para poder fazer curvas) no mesmo eixo e o habitáculo localizado no interior. Câmaras garantem a visibilidade para o condutor, giroscópios na base garantem o equilíbrio e motores elétricos levam o O’Wheel 2 até aos 130 km/h.
Monociclos a motor não são uma proposta nova. O primeiro foi patenteado pelo inventor Richard C. Hemming em 1869. A Goventosa de 1931, a Dynasphere de 1932 e os McLean Rocket Roadsters de 1971 são exemplos que foram testados e, no caso de McLean, até vendidos em produção limitada. O recorde de velocidade de um monociclo a motor é de 98 km/h.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMonociclo elétrico pode chegar à 130 km/h

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário