Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Porsche terá versão totalmente elétrica

Tal como sucede com a gama 911, Panamera ou Cayenne, o MisionE terá várias versões com diferentes objetivos, potências e tecnologias, embora se mantenha como um veículo elétrico rival dos Tesla. Será o primeiro Porsche totalmente elétrico e estará disponível no final de 2019. Terá quatro lugares e um sistema eletrônico muito avançado que permitirá condução autônoma, entre outras novidades.

Segundo declarações feitas no Salão de Genebra, Oliver Blume referiu que “o MissionE estará na gama abaixo do Panamera e irá oferecer 500 quilômetros de autonomia com um tempo de recarga de apenas 15 minutos. E sim, é verdade, estamos a pensar em diferentes opções e, certamente, vai existir mais que apenas uma variante e com diferenças ao nível da potência.”

Blume referiu, ainda, que a Porsche está a trabalhar para ditar o MissionE da capacidade de fazer atualizações ao carro via internet, tal como a tesla faz com o Model S. “Ainda não está decidido, mas será possível atualizar o carro através da nuvem na internet e, essa será a enorme inovação, aumentar a potência do carro através dessa ligação remita. Ou seja, se comprar um carro com 400 CV, se entender que é pouco, pode comprar mais potência e via internet aumentar a potência para os 450 CV, por exemplo.” Segundo algumas fontes internas da Porsche, o MissionE começará no patamar dos 600 CV, o que lhe permitirá chegar dos 0-100 km/h em 3,5 segundos.

Na mesma ocasião, Oliver Blume confirmou que o carro terá uma nova plataforma concebida para carros elétricos que tem vindo a ser desenvolvida pelo grupo VW, sendo diferente da base utilizada pela Audi para a futura versão do SUV E-tron quattro que a casa de Ingolstadt está a desenvolver. Isto porque a J1 da Porsche tem o piso rebaixado e plano, a C-BEV da Audi tem o piso mais elevado como se quer num SUV. Já a tecnologia de baterias será igual na Porsche e na Audi.

No que toca ás baterias, rumores dizem que a Porsche está a trabalhar com os japoneses da Hitachi para que o objetivo do qual Blume não prescinde, o carregamento de 80 % da bateria em 15 minutos, seja alcançado. Outra confirmação feita em genebra, diz que o MissionE terá condução autônoma nível 4 (auto condução em quase todas as situações sem requerer atenção do condutor), mas não terá condução autônoma em longas distâncias. “Existem situações em engarrafamentos onde será possível relaxar e ler o jornal, mas os nossos clientes gostam dos nossos carros pelo prazer de os conduzir e isso é inegociável” concluiu Oliver Blume.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPorsche terá versão totalmente elétrica

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário