Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Nova e-Bike tem autonomia de quase 137 km

Moar Bikes vem desenvolvendo o que promete ser o veículo individual dos sonhos de muita gente — especialmente nesses tempos em que as formas com que nos transportamos têm sido revistas constantemente. 

A companhia trabalha em uma bicicleta elétrica potente para usuários diários e versátil para ciclistas casuais: o projeto lançado via financiamento coletivo Indiegogo deu tão certo que a 17 dias do final da coleta já arrecadou US$ 259 mil a mais do que os U$ 30 mil iniciais requisitados, ou 954% acima da meta.
Tamanha aceitação vem das especificações do produto: a E-Bike vem com pneus largos de 60 centímetros cada e suspensão eletrônica com autonomia de quase 137 quilômetros, motor na parte traseira de 750 watts (dependendo do modelo) e bateria íon-lítio de 48 volts, componentes protegidos à prova d’água, luzes de sinalização, farol, velocidade de até 32 km/h, entre outras características promissoras. Além de tudo isso, é dobrável.

Companhia oferece três versões, com entrega prevista para maio deste ano
A companhia exibe no crowdfunding três versões, todas com previsão de entrega para maio deste ano, com diferenças de potência e durabilidade, além de extras, como mais opções de marchas.

Claro que nem tudo é só alegria. Em primeiro lugar, os envios das E-Bikes não estão inclusos no valor e a própria Moar ainda não é uma empresa conhecida por exportar produtos. Então, caso esteja pensando em adquirir uma delas, é preciso ficar de olho no preço e na possibilidade de importação.

Outro ponto que pode desapontar possíveis compradores é a ausência de opções “smart”: ela não vem com gadgets de geolocalização, conexão com web, monitoramento cardíaco nem nada parecido com isso. Além disso, pelas especificações, os usuários nacionais teriam que fazer exames para retirar a carteira de habilitação AAC, que exige os mesmos testes para a categoria A, para motociclistas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemNova e-Bike tem autonomia de quase 137 km

Publicado no Verdesobrerodas



Por Tecmundo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário