Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Hybrid Kinetic quer desenvolver carro elétrico

O Hybrid Kinetic Group, de Hong Kong, quer que o estúdio italiano desenvolva para eles um carro totalmente elétrico. A empreitada vai custar 65 milhões de euros e 46 meses

Não será apenas o H600 ou o EF7 que a Pininfarina terá para mostrar no próximo Salão de Genebra.


Além do sedã híbrido de luxo e do supercarro de Emerson Fittipaldi, respectivamente, o estúdio italiano também anunciará o desenvolvimento de um novo carro elétrico, também sob encomenda do Hybrid Kinetic Group, uma empresa com sede em Hong Kong que pretende entrar na seara das fabricantes de automóveis.

O novo carro elétrico levará 46 meses para ser desenvolvido, desde o projeto até os testes finais de validação e de fabricação, e o processo todo custará 65 milhões de euros.

O H600 será o primeiro produto da HK Motors (uma sigla que remete tanto a Hybrid Kinetic quanto a Hong Kong). Se tiver o desenho que caracteriza os modelos Pininfarina, o elétrico já terá grandes chances de sucesso. "A Hybrid Kinetic escolheu o grupo Pininfarina graças a uma série de especialidades no campo da mobilidade sustentável que desenvolvemos ao longo de muitos anos.

Este acordo confirma a primazia de nossa empresa no mundo do design automotivo, no desenvolvimento e na produção de quantidades limitadas em tempos de grandes mudanças no mundo automotivo", diz Silvio Pietro Angori, CEO do Pininfarina Group, atualmente controlado pela Mahindra.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemHybrid Kinetic quer desenvolver carro elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor1 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário