Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 14 de março de 2017

Fiat Chrysler prepara geração híbrida de 48 volts

Com onze anos nas costas, o Fiat 500 necessita de uma nova geração para não perder competitividade em relação a seus mais modernos concorrentes. No entanto, a verdade é que o 500 manteve-se atualizado, conservando seu atrativo pouco mais de uma década no mercado.

Entretanto, a Fiat Chrysler Automobiles já prepara a sua nova geração, um modelo que conservará o aspecto ‘retro’ que caracteriza a geração atual, mas que acrescentará novas tecnologias para continuar conquistando mais clientes. Entre essas novas tecnologias haverá um novo sistema híbrido de 48 volts.

Esse novo sistema híbrido fará parte do plano da Fiat Chrysler Automobiles para reduzir as emissões de dióxido de carbono em toda sua linha de veículos. De acordo com recentes declarações de Sergio Marchionne à imprensa britânica, a empresa está disposta a experimentar algumas propostas alternativas aos pequenos motores diesel, que a seu critério, estão mortos.

Nesse sentido, a Fiat Chrysler Automobiles parece ter encontrado a resposta nos sistemas híbridos de 48 volts, que surgem como a solução mais equilibrada para um carro como o 500, olhando pelo ponto de vista econômico. Marchionne considera que um sistema híbrido completo em modelos como o Panda e o 500 não é rentável, mas os sistemas de 48 volts seriam a alternativa correta.

Levando em conta que as normas sobre emissões poluentes são cada dia mais restritas, são vários os fabricantes que estudam a alternativa de motores a gasolina com ‘hibridação leve’, algo que na indústria automobilística é conhecido como ‘Mild Hybrid System’. A ideia por trás desse tipo de hibridação é otimizar a utilização do motor a combustão, fazendo com que a energia de todos os sistemas elétricos e auxiliares provenham de outra fonte.

Os híbridos de 48 volts não utilizam um motor elétrico, mas o motor térmico é assistido por um motor de arranque-gerador, que permite assistir ao motor a combustão nos momentos de máxima aceleração, enquanto que ao desacelerar, o motor de arranque-gerador armazena energia nas baterias. No entanto, a próxima geração do Fiat 500 não chegará antes de 2019, portanto, o modelo atual ainda tem dois anos pela frente.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemFiat Chrysler prepara geração híbrida de 48 volts

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário