Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Audi aposta SUV elétrico para 2018

Os SUV deverão representar metade do volume total de vendas da Audi num futuro a médio prazo, disse aos jornalistas o diretor de vendas e marketing da marca, Dietmar Voggenreiter, na conferência anual de apresentação de resultados. O peso dos SUV no mix de vendas subiu de 6%, há 10 anos, para 18%, em 2011 e para 33%, no ano passado os SUV valem hoje, 40% das vendas na China e 47% nos EUA. Em 2016, a Audi vendeu 622 mil SUV, com o Q5 a representar a maior fatia das vendas, com 2789 mil unidades.

A gama Q de SUV da marca, atualmente declinada no mini Q2, no compacto Q3, no médio Q5 e no grande Q7, será aumentada com três novos modelos até 2019, todos eles com siglas alfa numéricas pares, representando modelos com um estilo coupé que se intercalarão entre os modelos atuais, devendo assumir as designações Q4, Q6 e o novo topo de gama Q8.

Uma estratégia que segue a já iniciada pelos rivais BMW, com o Q4 e Q6, e com a Mercedes­-Benz, com as versões Coupé do GLC e GLE. A gama atual da Audi é também mais estreita que a da BMW, que tem cinco SUV no mercado e já anunciou o lançamento de mais dois no próximo ano (X7 e X2) e da Mercedes-Benz, que já dispõe de 7 modelos.

O novo porta-estandarte da Audi será o novo Q8, anunciado para o próximo ano, e que terá como base o concept apresentado no Salão Automóvel de Detroit, no início do ano. No início do mês, no Salão de Genebra, a Audi apresentou a versão Q8 com tecnologia mild-hydbrid de 48 volts. Também agendado para 2018 está o Q e-tron, um SUV elétrico, a que seguirá, já em 2019, o Q4, um SUV coupé que terá como base inspiradora o concept TT Offroad, apresentado no Salão Automóvel de Pequim, em 2014.

Depois do lançamento do novo mini Q2, no ano passado, a marca acaba de colocar à venda a segunda geração do Q5 e vai substituir o atual Q3 no próximo ano, completando um ciclo de renovação integral da sua gama. O elétrico e-tron, que estará mais próximo de um crossover do que de um verdadeiro SUV, terá como único rival direto o Tesla Model X.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAudi aposta SUV elétrico para 2018

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário