Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Airbus apresenta “carro voador” elétrico

Tem quatro rodas, oito rotores e permite uma utilização em terra e no ar. O Pop.Up é o primeiro avanço do “carro voador” da Airbus, que pode descolar verticalmente. Está a ser apresentado no Salão Automóvel de Genebra e deverá entrar em testes ainda no decorrer de 2017. O Pop.Up é basicamente um drone de grandes dimensões, movido a oito rotores. Combina a flexibilidade de um automóvel compacto de dois lugares com a liberdade de um veículo aéreo, juntando o melhor “de dois mundos”.

Tem por base três peças fundamentais: um sistema de inteligência artificial que define rotas de acordo com as preferências e historial do cliente, uma cápsula de transporte que pode ser acoplada a um módulo terrestre ou a um módulo aéreo, e um módulo de interface entre veículos, para navegar entre o trânsito urbano aéreo. Em condições normais, a cápsula do passageiro está acoplada pela sua base a um módulo elétrico que circula na estrada, mas se for preciso pode ser retirada do trânsito através de um drone com 5 metros de envergardura e oito rotores, que se integra no tejadilho da cápsula e pode transportá-lo diretamente pelo ar.
Tal como um drone, caso a viagem seja feita por via aérea, assim que que estiver completa, ambos os módulos vão “receber” ordens para regressar às bases de carregamento próprias.
O módulo terrestre do Pop.Upconta com dois motores elétricos para uma potência combinada de 80cv. Precisa de apenas de 15 minutos para carregar, atinge os 100 km/h e uma autonomia de 130 km. Por seu turno, o módulo aéreo conta com 182cv, carrega em 15 minutos, tem uma velocidade máxima igual à do módulo terrestre (100 km/h) mas tem uma autonomia reduzida face ao “automóvel”, apenas 100 km.
Segundo o CEO da Airbus, a empresa estará pronta para arrancar com os primeiros testes já no final deste ano de 2017, com vista a estar disponível para uso comercial num prazo máximo de 10 anos. “Há cem anos, o transporte urbano tornou-se subterrâneo, agora temos a possibilidade tecnológica de ir além do solo. Estamos numa fase de experiência, levamos este desenvolvimento muito a sério” afirmou o responsável.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAirbus apresenta “carro voador” elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por AutoPortal conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário