Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Portugal oferece 2.250 euros para compra de carros elétricos

As primeiras mil pessoas que comprarem um veículo 100 por cento elétrico, mediante apresentação do respetivo comprovativo de aquisição, vão receber um subsídio de 2250 euros por parte do executivo português.

A nova regra, inserida no Fundo Ambiental do Governo, está em vigor desde 1 de janeiro, e vem de certa forma substituir as anteriores medidas governamentais de incentivo à compra de veículos elétricos, como por exemplo a entrega do anterior para a sucata.

A publicação do regulamento e o lançamento da plataforma para a submissão das candidaturas ao incentivo à compra de viaturas elétricas devem ocorrer este mês de fevereiro, informou o Ministério do Ambiente.

Em resposta à agência Lusa, o gabinete de João Pedro Matos Fernandes precisou que “durante o mês de janeiro, foram desenvolvidos os mecanismos necessários à operacionalização do incentivo, estando estes, neste momento, em fase de testes”.

“A publicação do regulamento e lançamento da plataforma de submissão das candidaturas a este incentivo estão previstos para este mês”, lê-se ainda na resposta sobre o incentivo gerido e operacionalizado pelo Fundo Ambiental.

O ministério precisou serem admitidas as candidaturas de quem comprou veículos 100 por cento elétricos a partir de 01 de janeiro de 2017. O Governo fixou o incentivo de 2.250 euros para a compra de um veículo 100 por cento elétrico, sem qualquer outra condição.

O secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), Helder Pedro, referiu que ainda se aguardam “indicações sobre como irá será atribuído” o incentivo à compra de veículos elétricos. “Será atribuído, certamente, mas com atraso e esperamos para ver qual a forma de o obter”, acrescentou o dirigente à margem da apresentação do balanço de 2016 e perspetivas para 2017 do setor automóvel.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPortugal oferece 2.250 euros para compra de carros elétricos 

Publicado no Verdesobrerodas



Por AutoPortal conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário