Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Elétrico P100D da Tesla tem desempenho de carro de competição

Nunca antes na história da revista Motor Trend um carro de produção foi tão rápido quanto o Tesla Model S P100D. Na avaliação mais recente, o sedã elétrico norte-americano bateu o recorde interno da publicação e foi de 0 a 96 km/h partindo da imobilidade em incríveis 2,275507139 segundos. Ou 2,28 s. Ou 2,3 s, se você preferir menos casas decimais.



A despeito do peso de 2.218 kg, o modelo alcançou o resultado especialmente por conta da potência de 690 cv e da entrega instantânea dos 109,3 kgfm de torque. Como todo elétrico, o câmbio atua como se tivesse apenas uma única marcha e a tração integral se encarrega de entregar toda a força proporcionalmente entre os dois eixos.

A publicação destaca que, nesta versão específica (incluindo o poderoso modo de condução Ludicrous), nenhum outro carro de rua com pneus normais, asfalto seco e preço médio de US$ 100 mil (a versão testada custa US$ 148 mil) alcançou resultado superior.

Vale lembrar ainda que, nesta versão P100D, a bateria de 100 kWh recebeu melhorias e teve a autonomia ampliada para 613 km. Trata-se do primeiro modelo 100% elétrico a ultrapassar os 600 km de alcance com uma só carga. Outros aceleradores poderosos já avaliados pela MT foram o Aston Martin Rapide, Dodge Charger Hellcat, Ford Shelby GT500 e BMW X5M. Nenhum deles, porém, chega perto do "empurrão" dado pelo Tesla em linha reta.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico P100D da Tesla tem desempenho de carro de competição

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor1.com Brasil conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário