Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Dubai lançará serviço de taxi com drone elétrico

Um drone taxista? Se pensar ir ao Dubai a partir de julho pode apanhar um... se quiser! As "aeronaves civis não tripuladas", como a Autoridade portuguesa de Aviação civil (ANAC) chama aos drones, serão uma realidade no país árabe em breve.

O diretor da Agência de Estradas e Transportes, Mattar al-Tayer, anunciou esta segunda-feira os planos para introduzir um serviço de drone de transporte de passageiros até julho.
Uma espécie de taxi-drone que transporta um passageiro entre locais predeterminados. "Isto não é apenas um modelo. Nós realmente já experimentamos este tipo de veículo voador nos céus do Dubai", disse al-Tayer.

O drone em si é o EHang 184, uma espécie de aeronave pessoal, elétrica, feito na China, que custa cerca de 300 mil dólares e que se estreou em 2016, ano em que também realizou testes de voo em Las Vegas no verão passado. Tem espaço para um passageiro (até 100 Kg) e uma pequena mala num compartimento separado. O EHang 184 terá autonomia de voo de 50 Km, com velocidade máximas até 160 km / hora. A viagem custará cerca de 600 euros.

Para o serviço de táxi de Dubai, os drones seriam pilotados e monitorados a partir de um "centro de comando remoto", com autonomia de voo de 50 Km e velocidade máximas até 160 km / hora. E, segundo as autoridades do país, citadas pela Agência AP, o projeto foi "examinado pela Autoridade de Aviação Civil de Dubai e era controlado pela internet móvel 4G"...

O Dubai quer estar na linha da frente no que aos drones diz respeito e além de já ter criado leis que permitam a sua utilização promovem feiras e concursos para conhecerem os projetos. Em janeiro, por exemplo, investigadores portugueses do departamento de Engenharia Eletrotécnica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, concorreram a um concurso com um protótipo de robôs capazes de se articularem para vigiar o mar, localizar e prestar auxílio a migrantes em apuros. Clique aqui para assistir o vídeo.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemDubai lançará serviço de taxi com drone elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por DN conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário