Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Nissan quer ter carro 100% autônomo e elétrico no Japão até 2020

A Nissan está concentrando esforços para colocar carros integralmente autônomos nas ruas de Tóquio até 2020. O projeto tem como objetivo oferecer veículos comerciais sem motorista que poderiam entregar encomendas ou transportar pessoas em viagens curtas.

O trabalho começará este ano com a DeNA, uma empresa de Internet japonesa, e os primeiros testes serão realizados em áreas destinadas para carros autônomos no Japão.
O prazo de 2020 é agressivo, mas a Nissan provavelmente tem os Jogos Olímpicos de Tóquio em mente. 

Uma parte fundamental da tecnologia é algo que a Nissan está chamando de "mobilidade autônoma e sem falhas", o que seria, basicamente, um assistente humano à disposição para ajudar veículos autônomos quando eles encontrarem algo que não está em sua programação.

Por exemplo, se os motoristas humanos encontrarem algo que bloqueia metade de uma estrada, eles esperariam até que fosse seguro e, em seguida, atravessariam para o outro lado para contornar o obstáculo.

Mas um carro autônomo é programado para nunca atravessar a linha central, por isso ficaria parado nessa situação por horas. Trabalhando com o Centro de Pesquisa da Ames da NASA no Vale do Silício, engenheiros do centro de tecnologia da Nissan estão demonstrando uma versão da tecnologia onde um carro sem motorista "liga" para um operador humano. O operador olha para a saída do sensor do carro para descobrir o problema e envia instruções sobre o que o veículo deve fazer.

"Esta tecnologia tornará possível que veículos mais autônomos estejam na estrada mais cedo", disse Carlos Ghosn, CEO da Nissan, durante palestra na CES em Las Vegas. 

A Nissan ajustou quatro níveis da tecnologia enquanto trabalha para carros totalmente autônomos. A primeira permite que os carros se mantenham em suas pistas e a uma distância segura de outros veículos, o que já é uma realidade no Japão. 

Chamado ProPilot, a tecnologia equipa uma minivan Serena da Nissan e estará chegando a uma nova versão do carro elétrico Nissan Leaf. O estágio dois é um sistema para a condução autônoma em estradas de múltiplas vias, que inclui a habilidade de mudar de pistas. Tal habilidade é projetada para aparecer em carros no próximo ano. A terceira etapa é a condução totalmente automática dentro da cidade. Este é o nível da tecnologia que a Nissan espera começar em Tóquio em 2020.

O último estágio trará carros integralmente autônomos que possam dirigir e se levar às estradas em qualquer lugar. A Nissan não forneceu uma data para esta tecnologia, mas disse que vai aumentar os testes neste ano, uma vez que trabalha para torná-lo uma realidade. Anteriormente, a montadora havia dito que planejava oferecer dez modelos de carros com algum nível de condução autônoma até 2020.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Nissan quer ter carro 100% autônomo e elétrico no Japão até 2020
Publicado no Verdesobrerodas



Por Idgnow conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário