Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Montadoras e gigantes do petróleo fazem parceria para apoiar hidrogênio

A Toyota, BMW, Daimler (Mercedes-Benz), Honda e Hyundai formaram uma parceria com os gigantes do setor dos petróleo e gás, entre os quais a Royal Dutch Shell e a Total, para investirem 10 mil milhões de euros no desenvolvimento, nos próximos cinco anos, de soluções de energia à base de hidrogênio, reporta a agência Bloomberg.

A parceria, anunciada à margem do World Economic Forum, que está a decorrer da estância de neve Suiça de Davos, agrega um total de 13 empresas de energia, industriais e de transportes, que vão formar um Conselho do Hidrogênio para o contato com os decisores políticos e promover junto do público a utilização de novas fontes de energia, entre as quais o hidrogênio. A empresas de gás Air Liquide e a Linde, o grupo mineiro Anglo American, a elétrica Engie, Alstom e a Kawasaki Heavy Industries, são os outros membros do Conselho.

O objetivo é provar que as baterias não são a única solução para reduzir as emissões poluentes dos veículos automóveis, habitações e instalações comerciais e industriais, que estão a contribuir para as alterações climáticas. “O mundo da energia está a transformar-se a um ritmo muito rápido e o hidrogênio tem um potencial enorme”, afirmou o CEO da Shell Ben Van Beurden.

Os veículos fuel cell, alimentados a hidrogênio, são um dos pontos-chave dos planos da Toyota para reduzir em 90% os níveis de emissões de dióxido carbono dos seus veículos, até 2050. O fabricante japonês acredita que será mais fácil convencer os consumidores a utilizares veículos híbridos elétricos/gasolina ou fuel cell, do que automóveis com baterias elétricas, que têm menos autonomia e demoram mais tempo a recarregar do que encher o depósito com hidrogênio.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMontadoras e gigantes do petróleo fazem parceria para apoiar hidrogênio

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário