Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Depois de três tentativas carro 100% elétrico termina Rali Dakar

O Dakar 2017 fica na história por ter tido o primeiro veículo totalmente elétrico a terminar o rali. O Acciona 100% EcoPowered pilotado por Ariel Jatón, com Germán ‘Tito’ Rolón como co-piloto, chegou neste sábado a Buenos Aires com zero emissões para se gabar. Esta já não era a primeira participação deste elétrico na prova – fê-lo também em 2015 e 2016. À terceira foi de vez: chegou ao fim.

A Acciona é uma empresa espanhola dedicada às soluções sustentáveis de infraestruturas e a projetos de energias renováveis. O carro começou a ser concebido em 2012 evoluindo para a sua constituição presente até 2015. Nesse ano, terminou o Rali de Marrocos sendo o primeiro elétrico a consegui-lo no calendário da FIA.

O Acciona 100% EcoPowered tem uma autonomia de 200 a 400 km dependendo do terreno e dispõe de um motor elétrico síncrono AM Racing de 250 kW (340 CV) a 6.000 rpm e 800 Nm Par. Tem direção servoassistida e uma caixa sequencial de seis velocidades. No tejadilho tem um painel solar de 250 cm2 com capacidade de geração energética de 100 Wh (12V) e uma tomada de carga na rede elétrica trifásica de 220-415 V de 16 a 32 A. 


A energia é armazenada em módulos de baterias de alta prestação com capacidade de carga rápida em 60 minutos.


Os frutos da aposta ambiental deram agora resultados desportivos históricos. «Sermos pioneiros não é fácil, mas este projeto da Acciona é muito ambicioso e demonstra que as energias limpas podem triunfar no Dakar. E conseguimo-lo», afirmou Ariel Jatón ao jornal «Marca» esperançado numa mudança de paradigma: «Imagino um Dakar no futuro com oitenta por cento dos carros elétricos, quando os restantes pilotos comecem a experimentar esta tecnologia que não tem limite.» 

Jatón conta que o Accion 100% EcoPowered é visto «um pouco com um bicho raro». «Os outros participantes têm muita curiosidade. Aproximam-se para perguntar Tem embraiagem?, O que tem, o que não tem?.


Há muita curiosidade, conta o espanhol. E o caro leitor está curioso em saber em que lugar ficou o Acciona 100% EcoPowered? Ficou em último, a mais de 82 horas do vencedor Stéphane Peterhansel. Mas essa não era a sua competição. O 58º classificado do Dakar 2017 chegou a Buenos Aires neste sábado depois de ter partido de Assunção no dia 2 com outros 86 carros…

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemDepois de três tentativas carro 100% elétrico termina Rali Dakar

Publicado no Verdesobrerodas



Por AutoPortal conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário