Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Elétrico Leaf conquista consumidor português

Verdadeira surpresa ou talvez não, já circulam nas estradas portuguesas 671 Nissan Leaf, o modelo elétrico do construtor nipônico, que vendeu mais unidades em Portugal entre janeiro e setembro deste ano, do que em qualquer um dos seis anos anteriores, isto quando está a comemorar o sexto ano no mercado português.

É de salientar que só nos primeiros nove meses deste ano, a Nissan vendeu em Portugal 240 unidades do Leaf, sendo desde 2010, líder de vendas à escala global e que os portugueses também preferem, como confirma a quota total de mercado de 36,6 por cento, um valor superior à soma das quotas dos dois modelos que se seguem na tabela de vendas.

Em 2015, o Nissan LEAF já tinha estabelecido um novo recorde de vendas, com 209 unidades, precisamente 32,4 por cento das vendas do ano de automóveis elétricos.Também nos comerciais elétricos, a Nissan está em alta, já que nos nove primeiros meses de 2016, o Nissan e-NV200 foi o segundo comercial ligeiro elétrico mais vendido em Portugal, obtendo 43,9 por cento das vendas do segmento.

Guillaume Masurel, diretor-geral da Nissan Iberia – Portugal, diz que “é com orgulho e satisfação que testemunhamos o sucesso do Nissan LEAF também em Portugal. O Nissan Leaf é o pioneiro da mobilidade elétrica e, há seis anos consecutivos, o líder de vendas do segmento. Com a mais recente geração, capaz de uma autonomia até 250 quilômetros, estamos confiantes de que poderemos reforçar a liderança entre os automóveis de zero emissões”.

Com o Leaf de 30kWh, pode dizer-se que a Nissan deu um passo importante para a massificação dos modelos elétricos, transformando a percepção do público sobre os veículos elétricos, pois graças a uma autonomia de condução de 250km (na homologação NEDC, na realidade abaixo desse valor) é possível ligar Lisboa e Porto, por autoestrada, com apenas uma parada para uma carga rápida (30 minutos) das baterias.

Considerando o incentivo de 2.250 € dão em Portugal no âmbito da Fiscalidade Verde, o Nissan LEAF está disponível por 22.765€, com IVA incluído, sendo de realçar que ainda acrescem poupanças anuais em sede de tributação autônoma, dedução do IVA para profissionais liberais e empresas, isenção de imposto de circulação (IUC), bem como custos de manutenção muito reduzidos, sendo que os custos de energia são de apenas cerca 1,50€ por cada 100km, o que contrasta com a um veículo equivalente com motor térmico.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico Leaf conquista consumidor português

Publicado no Verdesobrerodas



Por Região Sul conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário