Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Bio-Hybrid apresenta conceito inovador

De acordo com um estudo das Nações Unidas, em 2050 a população urbana aumentará em 2500 milhões de pessoas. Embora o desenvolvimento urbano se tenha paralisado em vários países industrializados, o mesmo está a aumentar de forma exponencial nas metrópoles de África e Ásia. Apenas três nações acumulam 37% do crescimento urbano total: China, Ásia e Nigéria. 

“Uma vez que a expansão das infraestruturas não alcança o nível do crescimento da população, este desenvolvimento está a provocar diversos problemas de trânsito”, explica o professor Peter Gutzmer, Deputy CEO e Chief Technology Officer na Schaeffler.

“O transporte intermodal nas zonas em que o espaço é um bem escasso ou a capacidade de trocar sem problemas de um meio de transporte para outro serão fatores muito significativos nos núcleos urbanos do amanhã. É aqui onde as soluções técnicas que estamos a criar irão desempenhar um papel de protagonismo.”

Um exemplo de conceito inovador é o Bio-Hybrid da Schaeffler, um veículo que, em termos de tamanho e autonomia, está entre uma e-bike e um automóvel elétrico. Possui um tejadilho, sendo que assim oferece uma determinada proteção contra o clima em comparação com uma bicicleta. Este veículo apenas mede 85 centímetros de largura e possui quatro rodas para uma condução estável. A respetiva largura foi determinada de modo a garantir que está autorizado a circular nas ciclovias da maioria dos países. 

O condutor do Bio-Hybrid não depende apenas da sua potência muscular, uma vez que recebe ajuda de um motor elétrico, tal como ocorre numa e-bike. Este motor elétrico recupera energia durante a travagem, que alimenta a bateria. Este veículo foi concebido para proporcionar uma autonomia de entre 50 e 100 quilômetros. Se a bateria ficar descarregada, esta pode ser facilmente removida e recarregada numa tomada doméstica.

Desde os rolamentos de roda aos Bio Hybrid: a Schaeffler apresenta soluções para a mobilidade ligada do amanhã. Esta solução de mobilidade é um verdadeiro centro de atenção no CES, graças ao seu desenho funcional e à sua tecnologia smartphone integrada. 

Este conceito foi concebido como uma plataforma capaz de apresentar diferentes configurações, tal como uma variante de três rodas. Também é possível desenvolver uma versão de transporte sem efetuar variações significativas no motor ou nos eixos para que se converta, por exemplo, num veículo para distribuir pizzas. “O Bio-Hybrid não é um produto de grande volume, mas sim uma inspiração no momento de considerar novas formas de mobilidade”, afirma o Prof. Gutzmer. “No entanto, podemos considerar a produção de uma frota de teste em conjunto com um parceiro adequado.”

Outro conceito apresentado no CES pela Schaeffler é uma trotineta elétrica especialmente concebida para se deslocar com rapidez. É semelhante a um skate de dois eixos e uma cobertura de grandes dimensões. Esta cobertura inclui uma bateria integral que impulsiona o eixo traseiro através de um motor elétrico. A trotineta é controlada através de um guiador com punhos de design ergonômico. “Este tipo de soluções para a denominada “última milha” de dois trajetos diários facilitam a utilização do transporte público e o automóvel partilhado em ambientes urbanos”, referiu o Prof. Gutzmer, explicando o motivo deste tipo de produtos existir.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemBio-Hybrid apresenta conceito inovador

Publicado no Verdesobrerodas



Por Pós-Venda conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário