Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Inteligência artificial poderá dispensar a existência de pilotos

O antigo piloto de Fórmula 1, Lucas di Grassi, que atualmente corre pela Audi na Fórmula E, admitiu que a inteligência artificial possa num futuro próximo dispensar a existência de pilotos nos desportos motorizados. “Estamos a trabalhar num veículo de corrida autônomo e a primeira corrida pode ter lugar dentro de dois ou três anos. 

Isto pode tornar-me desempregado no futuro. Não vai haver mais pilotos de corrida”, disse, numa palestra na Web Summit, a decorrer em Lisboa, sobre a energia elétrica e o futuro dos desportos motorizados.

O piloto brasileiro indicou que a atualmente “a inteligência artificial ainda é mais lenta do que um piloto profissional humano”.“Mas essa margem está a estreitar-se rapidamente”, apontou, antevendo que a disseminação de veículos autônomos pode também tornar os desportos motorizados “um nicho no futuro”, já que as pessoas tenderão a “desligar-se do ato de conduzir”.

Para ilustrar a rapidez com que a mobilidade elétrica se está a implantar, o piloto apontou o exemplo da Fórmula E, que começou em 2012 com o propósito de “promover a tecnologia elétrica para o grande público” e envolve hoje, apenas três temporadas volvidas, “oito fabricantes, 10 equipas, 20 condutores” – “tem hoje mais fabricantes do que qualquer competição motorizada, incluindo a Fórmula 1”, apontou.

“Essa transição dos motores a combustão para a motricidade totalmente elétrica é uma mudança única, a que vamos assistir apenas uma vez na vida. Quando a mobilidade elétrica se implantar, os motores serão todos elétricos”, previu, considerando que “a percepção do público sobre os carros elétricos está a mudar muito rapidamente”, também por influência da Fórmula E. “Na Fórmula E estamos a trazer os carros elétricos para o centro das cidades. É muito interessante e é a primeira vez que se vê isto nos desportos motorizados”, comentou.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Inteligência artificial poderá dispensar a existência de pilotos

Publicado no Verdesobrerodas

Por AutoPortal conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário