Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Tesla e Panasonic irão produzir componentes de energia solar

A Tesla Motors divulgou planos de colaboração com a Panasonic para produzir componentes de energia solar para a SolarCity. A iniciativa é um incentivo ao esforço final de Elon Musk para combinar a fabricante de automóveis com a empresa de energia solar.

A produção de células e módulos fotovoltaicos para os sistemas de energia solar usados pela SolarCity começará em 2017 na fábrica da SolarCity em Buffalo, Nova York, informou a Tesla em comunicado, na noite de domingo.
O acordo seria uma vitória para a Panasonic, que se distanciou dos produtos eletrônicos de consumo para se concentrar em sistemas de informações para residências e carros e em baterias de automóveis.

Musk, que além de CEO da Tesla é o presidente do conselho e o principal financiador da SolarCity, propôs a união das duas companhias para dar aos consumidores a opção de compra combinada de um carro elétrico e do sistema de eletricidade solar para alimentá-lo.

Mas a tentativa da Tesla de adquirir a SolarCity tem sido alvo de questionamentos relacionados à governança corporativa porque os conselhos das duas companhias estão profundamente entrelaçados. O acordo entre Tesla e Panasonic só ocorrerá se os acionistas aprovarem, em votação no dia 17 de novembro, que a Tesla adquira a SolarCity.

"Estamos animados para expandir nossa parceria com a Panasonic em um momento em que nos aproximamos da combinação entre Tesla e SolarCity", disse JB Straubel, diretor técnico da Tesla, no comunicado. O acordo aprofunda a relação atual entre Tesla e Panasonic, que estão construindo em conjunto uma super fábrica de baterias de íon lítio de US$ 5 bilhões em Nevada para produzir baterias para o carro elétrico Model 3 e produtos de armazenamento de energia para residências e distribuidoras de energia.

A Tesla informou que pretende garantir um compromisso de aquisição de longo prazo para células fotovoltaicas da companhia japonesa, segundo o comunicado.
O esforço de Musk para unir Tesla e SolarCity, que deverá perder dinheiro por pelo menos mais dois anos, é vigiado de perto. Seis dos sete diretores do conselho da Tesla têm laços com a SolarCity, e o CEO da SolarCity é Lyndon Rive, primo de primeiro grau de Musk. Musk argumenta que o fato de as duas companhias serem separadas "é em grande parte um acidente da história".

"Criar um belo produto perfeitamente integrado de painel solar e bateria que simplesmente funcione, prover o indivíduo de sua própria distribuidora de energia e depois fazer isso em escala pelo mundo", escreveu Musk, em julho, sobre sua visão da combinação entre Tesla e SolarCity. "Um pedido, uma instalação, um contato de serviço, um aplicativo de celular."

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Tesla e Panasonic irão produzir componentes de energia solar
Publicado no Verdesobrerodas



Por UOL conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário