Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Ônibus 100% elétrico desenvolvido em Portugal inicia fase de testes

O ônibus 'e.City', 100% elétrico e desenvolvido em Portugal pela CaetanoBus, do grupo Salvador Caetano, fez hoje a sua viagem inaugural ao sair das Portas de Benfica, pouco depois das 16h00.

O protótipo estará em testes até ao final do ano e durante esse tempo irá fazer duas carreiras: no horário da manhã será o 706, a circular entre Cais do Sodré e Santa Apolónia, e, depois de devidamente carregado no terminal de Santo Amaro, passará de tarde a fazer a carreira 758, entre as Portas de Benfica e o Cais do Sodré.

"Estranhei se era este o autocarro que tinha de apanhar. Parecia um pouco diferente. Agora que percebo que é elétrico espero que a Carris venha a investir neste tipo de equipamento", começou por dizer Ângela Reis, a primeira utente do novo autocarro elétrico e sem ruído.

Durante a deslocação até Sete Rios, a jovem de 20 anos viu como "muito positivo" este novo tipo de viatura, que considerou "menos poluente", "supercalmo" e possibilitador de uma viagem "muito tranquil". 

Também, Paulo Costa, motorista ao serviço da Carris há mais de 10 anos e encarregado da viagem inaugural, se mostrou satisfeito por ter a viatura em mãos. Considera o autocarro "muito bonito" e que a empresa "faz muito bem nesta aposta".

Quanto às diferenças na condução, Paulo Costa reconheceu existirem algumas, salientando que é "muito mais silencioso", o que de início lhe fez um "bocadinho de confusão". Porém, depressa se habituou, até porque teve formação especial para conduzir o novo autocarro.

Para José Costa, responsável pelo desenvolvimento do autocarro elétrico da CaetanoBus, o protótipo irá fazer as duas carreiras mais longas em termos de percurso para no final do período de testes, previsto para o final do ano, a empresa saber qual o "carro mais adaptado às suas necessidades, tendo em conta o custo/benefício".

De acordo com o responsável, a bateria tem uma autonomia de 70 quilómetros/hora e o carregador de 50 quilowatts instalado na estação de Santo Amaro fornece a carga total no espaço de cerca de uma hora e meia, mas a autonomia pode ser duplicada ou triplicada em caso de carregadores diferentes.

O protótipo anda com duas baterias no tejadilho, para "não roubar" espaço ao interior do autocarro, que, desta forma, fica com maior capacidade de transporte de passageiros. O modelo possui também três portas para saída, ao invés das duas dos autocarros a gasóleo.

"Há toda uma conjugação de fatores para uma equação de sucesso", assegurou o responsável da CaetanoBus. A opinião foi partilhada por Francisco Sousa, diretor do gabinete de relações institucionais da Carris. "Sabemos que depois de uma encomenda feita podemos ter estes autocarros no prazo de cinco meses. Vamos ver como correm os testes. À partida sabemos também que o autocarro final não será igual a esta réplica, mas sim adaptado à utilização que fizermos do veículo. Mas faz todo o sentido a aposta da Carris nestas energias alternativas", sublinhou.

Para já as diferenças são reconhecidas por ambos os responsáveis: ausência de ruído, não produção de vibração, conforto na aceleração e desaceleração, insonorização, entre outras.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemÔnibus 100% elétrico desenvolvido em Portugal inicia fase de testes
Publicado no Verdesobrerodas



Por Notícias ao Minuto conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário