Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 9 de outubro de 2016

Europa poderá proibir vendas de veículos a gasolina a partir de 2030

Para cumprir as metas estabelecidas no acordo de Paris para frear as emissões e a mudança climática, a câmara do Parlamento alemão obteve aprovação para propor que a Europa reduza as vendas de carros movidos a gasolina até 2030, de acordo com a revista alemã Der Spiegel.
A busca por transporte sustentável é uma prioridade em várias partes do mundo. A Índia, por exemplo, confirmou recentemente que está avaliando um esquema para que toda a sua frota seja de veículos elétrico, em 2030. Os governos holandês e norueguês estão discutindo a possibilidade de proibir as vendas de carros movidos a gasolina, permitindo apenas vendas de veículos elétricos, a partir de 2025.

Alguns governos estão avaliando proibições de vendas de carros novos movidos a gasolina, a fim de permitirem registro de apenas veículos elétricos ou outros carros de emissão zero no tubo de escape, como veículos de célula de combustível. A maioria está buscando regulamentação que faça uma transição gradual dos motores de combustão interna para veículos elétricos.

O papel alemão será influenciar a Comissão Europeia, em Bruxelas, para regulamentar o assunto em toda a Europa, a fim de que nenhum carro novo movidos a gasolina seja registrado na Europa, em 2030.

Uma vez que o último carro movido a gasolina seja vendido em 2030, estima-se que poderia levar outros 20 anos antes do último carro movido a gasolina fique fora da estrada. Isso garantiria, por exemplo, na Alemanha, uma redução da emissão de dióxido de carbono entre 80% e 95%, até 2050.

Em abril, a Alemanha anunciou oficialmente um novo programa de incentivo e investimentos para acelerar a adoção de carros elétricos no país. O incentivo mais importante é um desconto de € 4.000 para os veículos totalmente elétricos. A Alemanha tem uma frota de cerca de 45 milhões de veículos, incluindo apenas cerca de 150.000 híbridos e 25.000 veículos totalmente elétricos.

O novo impulso visando uma política restritiva aos veículos movidos a combustíveis fósseis em 2030, vem com vários fabricantes de automóveis alemães anunciando planos importantes para acelerar seus programas de veículos elétricos, incluindo o plano de Volkswagen para produzir entre 2 e 3 milhões de carros elétricos por ano e desvendar 30 novos modelos, até 2025. A Mercedes-Benz está lançando a marca de 'EQ' somente para veículos eletrificados.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Europa poderá proibir vendas de veículos a gasolina a patir de 2030
Publicado no Verdesobrerodas



Por electrek.co conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário