Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Deutsche Post adota veículos elétricos para serviços de entragas

A Deutsche Post decidiu apostar no fabrico de veículos comerciais elétricos denominados StreetScooters para os seus serviços de entrega de encomendas. 

Desta forma os Correios da Alemanha estão a substituir as viaturas da Volkswagen que efetuavam este serviço, uma situação que não deixou o Grupo Automóvel líder na Europa muito contente, como indicam as palavras do CEO, Matthias Muller.


"Estou para além de aborrecido. Eu, obviamente, pergunto-me porque é que a Deutsche Post não falou com a nossa divisão de veículos comerciais sobre fazer algo similar. Vamos ver se ainda é possível colocar um pé e deixar esta porta aberta".

Juergen Gerdes, do Conselho de Administração da Deutsche Post, explicou esta opção, afirmando que "Pesquisamos o mercado. Como não havia nenhuma Van elétrica disponível, construímos a nossa". Para tal foi essencial a utilização do software da PTC para estabelecer os contatos com uma rede de 80 fornecedores, entre as quais a Bosch, que providencia a motorização elétrica, e a Hella, origem da iluminação. Este é um software também utilizado por 90% do Top-50 das empresas da indústria automóvel, entre as quais se encontram a Ferrari, Hyundai, Audi, Volkswagen, Man, Continental e ZF.


Desenvolvidas para um período útil de utilização de 16 anos, a uma média de 10 horas de condução diárias durante seis dias deste ano, a Deutsche Post avalia a exequibilidade de colocar as StreetScooters também à venda no final deste ano. De momento são já 1000 a circular nas ruas da Alemanha, mas quando acabar 2016 a ideia é ter já 5000 veículos comerciais ao serviço. 

Com oito metros cúbicos e 1000kg de capacidade de carga, a companhia de correios germânica indica que pela incorporação da motorização elétrica o custo total de utilização não é superior ao dos veículos das marcas com motores convencionais. Para isso também contribui o facto de ser muito pouco dispendiosa a sua construção, como explicou responsável pelo seu desenvolvimento para a Deutsche Post, Win Neidlinger. "Não custou muito para desenvolver e construir. Não acreditariam quão barato é o seu fabrico".

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Deutsche Post adota veículos elétricos para serviços de entragas

Publicado no Verdesobrerodas

Por Turbo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário