Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Aliança Renault-Nissan aposta em modelos elétricos de baixo custo

A Aliança Renault-Nissan irá trabalhar em uma série de modelos elétricos de baixo custo, cujo desenvolvimento será na Índia. No entanto, estes veículos não serão comercializados nesse mercado, já que ainda existe muito pouca demanda dessa tecnologia. O objetivo será sua comercialização na China.

O governo chinês aposta fortemente nesse tipo de veículo e já promoveu uma série de incentivos, aos que se somam outras vantagens. Tudo isso serviu para que nos oito primeiros meses do ano já tenham sido comercializados quase 200.000 veículos elétricos no gigante asiático, um volume muito importante e muito apetitoso para deixá-lo escapar.

Nesse ritmo, dos automóveis elétricos que serão vendidos em 2016 em todo o mundo, quase a metade ficará na China. Porém, 95% dos licenciamentos de carros elétricos na China são obtidos através dos fabricantes locais, com modelos das marcas BYD, BAIC, SAIC, Chery e Zotye nas primeiras posições do ranking de vendas.

Apesar de que a Aliança é um dos grandes ‘players’ nesse tipo de veículos a nível mundial, tem uma participação ínfima de mercado na China. A chave da hegemonia das marcas chinesas encontra-se no baixo preço de seus modelos elétricos, números contra os quais a Renault e a Nissan não podem competir com os mesmos carros que vendem atualmente no mercado ocidental. Por isso pretendem fabricar carros elétricos específicos para a China desenvolvidos na moderna fábrica de Chennai, na Índia.

Carlos Ghosn, CEO da Aliança Renault-Nissan, confirmou essa estratégia durante o Salão de Paris. “O mercado chinês está no auge e estamos perdendo nossa liderança para uma série de marcas locais, que estão fabricando carros elétricos econômicos. Portanto, estamos trabalhando em nossos próprios carros elétricos acessíveis para o mercado chinês”, explicou.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Aliança Renault-Nissan aposta em modelos elétricos de baixo custo

Publicado no Verdesobrerodas

Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário