Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Tecnologia portuguesa recupera, produz e armazena energia elétrica em caminhões

Uma startup do Porto desenvolveu uma tecnologia que permite recuperar, produzir e armazenar energia elétrica a bordo de caminhões, que pode ser utilizada na refrigeração dos produtos transportados, em alternativa aos sistemas alimentados a diesel.

"Genericamente, descrevemos o WeTruck [tecnologia] como um tanque de energia elétrica sustentável, pois vem substituir o habitual tanque de diesel durante o transporte dos produtos, por via terrestre, em caminhão ou reboque", explicou à Lusa Bruno Azevedo, um dos fundadores da Addvolt.

Aplicada na empresa de transportes Luís Simões, a tecnologia permite a recuperação da energia da travagem dos veículos, transformando-a em energia elétrica, armazenada nas baterias do WeTruck, que, por sua vez, alimenta o sistema de refrigeração da mercadoria em modo elétrico.

Para além disso, ajuda a "diminuir a produção de CO2, o ruído e as necessidades de manutenção dos veículos". "O sistema reconhece sempre que o condutor trava o caminhão ou existe uma desaceleração, sem interferir em caso algum com a dinâmica e operação normal do veículo", explicou o Bruno Azevedo, acrescentando que o sistema "poderá contemplar adicionalmente células fotovoltaicas associadas somente às baterias do WeTruck, aproveitando assim a energia do sol".

Quando o veículo está estacionado, as baterias podem ser carregadas em cerca de uma hora, o suficiente para alimentar o motor elétrico do sistema de refrigeração por um período médio de 4 horas, para além da energia produzida pelas travagens e pelo sol.

A AddVolt, startup fundada em 2014 no seguimento da criação da tecnologia e da qual fazem parte nove profissionais, maioritariamente engenheiros eletrotécnicos, está incubada desde então no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC). Os responsáveis pela empresa, "cientes das crescentes restrições ao nível das emissões de CO2 e da instabilidade dos preços nos produtos derivados do petróleo", pretendem desenvolver soluções "disruptivas, inovadoras e amigas do ambiente" para a mobilidade elétrica, reduzindo os custos operacionais das empresas de transportes e o impacto do consumo de combustíveis fósseis.

Com o produto WeTruck, obtiveram o primeiro lugar no iUP25K, concurso de ideias da Universidade do Porto, e o 2º lugar no concurso Iberoamericano, SPIN2014. Foram também selecionados para a primeira edição do programa inRes - iniciativa do Programa CMU Portugal -, através do qual tiveram a oportunidade de estar cerca de sete semanas nos Estados Unidos, em Pittsburgh e na Carnegie Mellon University, no final de 2014, onde venceram a competição Techstars/Sprint Accelerator.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável


Postagem: Tecnologia portuguesa recupera, produz e armazena energia elétrica em caminhões

Publicado no Verdesobrerodas

Por Notícias ao Minuto  conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário