Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Portugal está bem colocado para receber veículos elétricos

Os veículos elétricos preparam-se em breve para inundar a indústria de automóvel e Portugal, tendo em conta a evolução do mercado energético no país, está bem colocado para receber este tipo de veículos. Quem o diz é a Agência Europeia do Ambiente através de um estudo divulgado pela ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável.

Neste estudo é notória a alta taxa de descarbonização que o nosso país terá em 2050, que praticamente dá como extinta a utilização de fontes de energia não renovável. Os combustíveis fósseis serão assim substituídos por fontes de energia renovável, que fornecerão mais de 60% da eletricidade. Ao mesmo tempo, a quota de automóveis elétricos será de 12%, tornando-se a “solução mais amiga do ambiente, no quadro de uma mobilidade mais sustentável”.

“A ZERO defende assim que é fundamental mais incentivos à mobilidade elétrica, quer para a compra de veículos, quer na infraestrutura, a par de investimentos cruciais na produção de eletricidade renovável que têm ultimamente sofrido de alguma estagnação, devendo grande parte da prioridade ser canalizada para a energia solar”, pode ler-se no comunicado enviado pela associação encabeçada por Francisco Ferreira.

Uma das medidas avançadas pela ZERO que incentivaria os consumidores a investir neste tipo de veículos seria a criação de uma “rede de abastecimento”, para que fosse possível aos donos de carros elétricos recarregar os seus veículos durante o dia.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Portugal está bem colocado para receber veículos elétricos

Publicado no Verdesobrerodas

Por Notícias ao Minuto conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário