Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 4 de setembro de 2016

Mercedes-Benz prepara ofensiva na mobilidade elétrica

A Daimler – dona das marcas Mercedes-Benz, Maybach, Smart e AMG – anunciou recentemente que fará pelo menos dez lançamentos até o ano de 2020. A empresa não detalhou quais seriam eles. No entranto, fala-se que a Mercedes terá um esportivo compacto, que será apresentado nas versões cupê e roadster. 

Esse esportivo será derivado da plataforma MFA, a mesma que serve de base para o Classe A e todos os demais veículos da marca equipados com tração dianteira. Assim como seus pares, os novos modelos terão versões 1.6, 2.0 e 2.0 AMG. Seguindo a nomenclatura da linha, a versão fechada deverá se chamar Classe A Coupé e a conversível, SLA.

O sonho de ter um roadster menor que o SLK (este passou a se chamar SLC desde a linha 2016) é antigo. Em 2000, a Mercedes apresentou um conceito, o Vision SLA, derivado da plataforma da primeira geração do Classe A. Agora, finalmente, o carro sai do papel. A expectativa de estreia das duas versões, cupê e roadster, é para 2019. As projeções mostradas aqui foram feitas com base no futuro SL, que será apresentado em 2020, e no AMG GT.

Além desses dois, a Mercedes terá também a picape média GLT, feita em parceria com a Nissan e a Renault, com lançamento previsto para o final de 2018 - falamos bastante dela aqui. E versões híbridas e elétricas de carros já existentes. O primeiro a chegar será o Classe B elétrico, em 2017. E a Smart também será contemplada com novas versões elétricas dos modelos ForTwo e ForFour.
Do ponto de vista estratégico, a maior novidade é a expansão das marcas Maybach e AMG. Além dos sedãs derivados da Classe S, a Maybach entrará em outros segmentos. 

Entre as possibilidades, ela deve contar com um sedã  menor, derivado da Classe E, para brigar com o Maserati Ghibli, e um SUV, gêmeo do Mercedes GLS, para competir com o Bentley Bentayga.

Pela AMG, haverá dois projetos: a versão roadster do GT, que deve ser apresentada ainda este ano, e um sedã esportivo que teria como rivais modelos como o Porsche Panamera e Aston Martin Rapide.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Mercedes-Benz prepara ofensiva na mobilidade elétrica

Publicado no Verdesobrerodas

Por Quatro Rodas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário