Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Governo português financiará 500 ônibus amigo do ambiente

O Governo vai financiar a aquisição de 500 ônibus ambientalmente sustentáveis para renovação de frotas de transporte coletivo, num esforço de aproximadamente 60 milhões de euros, anunciou o secretario de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, durante a Conferencia Mobilidade em Lisboa, que decorreu na Reitoria da Universidade de Lisboa. 


A medida insere-se na política de descarbonização do sistema de mobilidade nos transportes, que passa pelo corte nas emissões com gases com efeito de estufa para limitar o aquecimento global. 
“No caso português, temos o compromisso de cortar as emissões de CO2 em 14 por cento até 2020, tendo por referência o ano de 2005”, afirmou o governante.

 “Os dados que temos é vamos estando alinhados com esse objetivo” que se consegue alcançar continuando a atrair pessoas para o transporte público “por mais inglório que esse esforço possa parecer”. Para o efeito, o Estado manterá o apoio tarifário aos passes, que este ano representou um esforço financeiro de 50 milhões de euros.


Outro aspecto relevante é a renovação de frota de transporte público, cuja idade média se situa nos 14,4 anos. “Isso significa que cumprem normas de emissões desadequadas aos padrões em vigor”, salienta José Mendes, adiantando que a grande maioria, isto é, cerca de 75 por cento satisfaz a norma Euro 3 ou anterior e apenas 25 por cento satisfaz a norma Euro 4 ou posterior. “Entretanto já vamos na norma Euro 6”, relembrou o governante.

Com o objetivo de baixar a idade média, o Estado vai recorrer a fundos comunitários através do Portugal 2020 e do Programa Operacional POSeur para apoiar a renovação de frotas de empresas públicas e privadas, permitindo a aquisição de veículos ambientalmente mais sustentáveis que cumpram a norma Euro 6 ou posterior. “Falamos de veículos de transporte coletivo elétricos ou a gás natural”, esclareceu José Mendes, acrescentando que a medida deverá abranger 500 ônibus e custar ao Estado cerca de 60 milhões de euros.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem:

Publicado no Verdesobrerodas

Por Transportes em Revista conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário