Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos se somadas as mídias sociais, * mais de MEIO MILHÃO de acessos somente no VSR, * lido por mais de DEZ países, * mais de SETE MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 4 de setembro de 2016

BYD aposta na mobilidade elétrica brasilaira


A BYD está expondo no 12º Salão do Veículo Elétrico, que ocorre de 1 a 3 de setembro no pavilhão amarelo do Expo Center Norte, região norte de São Paulo. 

A montadora chinesa se mantém de forma discreta no mercado nacional, focando no fornecimento de veículos elétricos para empresas públicas e privadas, além de taxistas, locadoras e serviços de compartilhamento de veículo.

A BYD já tem uma estrutura montada em Campinas/SP, que visa a fabricação de chassis de ônibus elétricos, baseados no modelo K9, para atender a demanda das cidades brasileiras. Outra instalação fará painéis solares. Além disso, a empresa está construindo uma planta de baterias em Manaus, que será capaz de fazer baterias de fosfato de ferro-lítio para ônibus, automóveis e outros fins. Em exposição na mostra de elétricos, a BYD mostrou a minivan e6, o furgão leve T3, um modelo de empilhadeira e um ônibus, usado em testes em São Paulo.

O BYD e6 é uma minivan de 4,56 m de comprimento, 1,82 de largura, 1,63 de altura e 2,83 de entre eixos. O modelo tem motor elétrico de 121 cv e 45,8 kgfm, dotada de baterias de fosfato de ferro de 64 kWh no assoalho e porta-malas, que por sinal é bem espaçoso e tem 450 litros. De acordo com a BYD, a autonomia nominal é de 300 km.


T3, trata-se de um pequeno furgão leve, que a BYD está trazendo ao mercado nacional. Feito para transporte urbano de cargas leves e encomendas, o T3 tem 4,46 m de comprimento, 1,72 de largura, 1,87 de altura e 2,72 de entre eixos. O modelo tem baú com piso plano de aço e 3.300 litros de volume. O motor elétrico tem 218 cv e 31,5 kgfm. O veículo tem baterias de 48 kWh e também pode ser recarregado em 2h no dispositivo de parede. 

A BYD expõe também um ônibus urbano de 12 m de comprimento, já adaptado ao padrão de transporte público de São Paulo. O veículo é um demonstrador de tecnologia e está sendo avaliado pelas empresas do setor. Ele tem baterias de fosfato de ferro-lítio de 324 kWh com alcance de 250 km e motor elétrico de 407 cv e 55,9 kgfm. Para o carregamento, são necessárias duas tomadas de 40 kW cada e quatro horas.

 
VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: BYD aposta na mobilidade elétrica brasilaira

Publicado no Verdesobrerodas

Por Noticias Automotivas conteúdo



Nenhum comentário:

Postar um comentário