Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Montadoras terão cota mínima de vendas de VEs na China

A China irá determinar que os fabricantes de automóveis produzam mais veículos  elétricos ou comprem créditos de carbono de seus pares, potencializando assim o crescimento do mercado de VEs.

As regras irão exigir que montadoras produzam e vendam  EVs e híbridos plug-in considerando certa proporção(a ser divulgada) em relação ao número de veículos que queimam combustível fóssil.
Empresas que não conseguem atingir as metas de redução de emissões de dióxido de carbono serão obrigados a comprar créditos ou pagar multas de até cinco vezes o preço médio dos créditos, disse regulador da indústria do país.

A China, atualmente, oferece incentivos de vendas de EV para o duplo objetivo de reduzir a poluição do ar e apoiar as montadoras chinesas para desenvolver tecnologia de ponta.

No ano passado, a China ultrapassou os Estados Unidos da América como o maior mercado do mundo para EVs. A China quer vendas anuais de veículos elétricos e híbridos plug-in acima de 3 milhões de unidades, em 2025.

Para incentivar as vendas desses veículos, os governos centrais e locais investiram 15 bilhões de yuans (US $ 2,3 bilhões) em subsídios desde 2009, de acordo com a Televisão Central da China estatal. O governo pretende eliminar gradualmente os subsídios após 2020.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem:
Publicado no Verdesobrerodas



Por Bloomberg conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário