Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Quito faz 700 deslocamentos diários com bicicletas elétricas

Em Quito, as bicicletas elétricas ajudam muitos usuários a pedalar sem esforço e sem respiração ofegante nessa cidade latino-americana pioneira na utilização deste tipo de veículo e localizada 2.800 metros acima do nível do mar. "A bibicleta elétrica é muito mais fácil. Às vezes tenho que ir de terno, com roupa mais formal, e você praticamente não se agita, só dá o impulso na bicicleta e o motor já se encarrega do resto", comenta à AFP David Álvarez, um empregado do setor privado de 28 anos.

São 07h da manhã em uma estação lotada de BiciQuito, o serviço de empréstimo de bicicletas da capital equatoriana, e David acaba de pedir "o de sempre": uma "bicieléctrica", que se diferencia das convencionais pela sua cor laranja e pelo motor que sobressai da armação de metal e ajuda na pedalagem sem substituí-la totalmente.

Com 25 estações no centro e no norte da cidade, onde se concentram bancos, escritórios e universidades, o BiciQuito funciona desde agosto de 2012, e em abril passado passou a incluir também bicicletas elétricas. "Muitas zonas estão nas partes altas, por isso o uso da bicicleta elétrica reduz o esforço físico, facilitando assim o traslado", explica Daniel Merchán, responsável pela área de transporte não motorizado da Secretaria de Mobilidade da cidade.

No sistema municipal circulam por dia 700 bicicletas tradicionais e 150 elétricas, das 300 que o município comprou este ano e que serão incluídas aos poucos. Dos 1.700 deslocamentos diários que são feitos com esse meio de transporte, 700 são em unidades elétricas.

'Pioneira' "Quito é uma cidade pioneira na América Latina com um sistema público com bicicletas elétricas", afirma Merchán sobre esta urbe de 2,5 milhões de habitantes, na que cerca de 2.500 pessoas foram habilitadas para usar este meio de transporte. O combate à poluição também levou as autoridades a fomentarem o uso de bicicletas elétricas em Quito, onde ocorrem cerca se 611 milhões de deslocamentos em veículos por ano.

Em Santiago do Chile, onde atualmente circulam cerca de 2.100 bicicletas públicas, o uso deste meio de transporte contribuiu para a redução das emissões de carbono em quase 500 toneladas entre 2008 e 2011.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Quito faz 700 deslocamentos diários com bicicletas elétricas

Publicado no Verdesobrerodas

Por UOL conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário