Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

GM acredita que os veículos autônomos são mais seguros

A General Motors acredita que os veículos autônomos são um modo de transporte mais seguro, e que essa tecnologia deve chegar mais rapidamente do que a maioria das pessoas pensa, disse o presidente da empresa na segunda-feira. "Não vai haver um dia ou momento particular em que (os carros autônomos) vão chegar, eles vão se desdobrar de forma gradual, mas será muito mais rápido do que as pessoas estão esperando", disse o presidente da GM, Dan Ammann, na conferência Fortune Brainstorm Tech, no estado americano do Colorado. 

Amman não quis comentar sobre o acidente fatal envolvendo um carro elétrico Tesla no modo de condução semi-autônomo, mas disse que a GM acredita que a tecnologia vai deixar as estradas mais seguras. "É a nossa crença fundamental que a tecnologia de condução autônoma vai levar a taxas mais baixas de fatalidades", disse o presidente. 

Em maio, um homem morreu na Flórida enquanto usava o sistema de piloto automático do veículo Model S da Tesla. Nem o motorista nem o sistema conseguiram detectar a manobra de um caminhão que cruzou com o carro, de modo que os freios não foram acionados. 

Amman, no palco ao lado do cofundador do Lyft, John Zimmer, disse que a estratégia da montadora em relação aos carros autônomos está associada à startup de serviço de transporte compartilhado, na qual a GM já investiu cerca de US$ 500 milhões. "Achamos que o compartilhamento de transportes é interessante, e pensamos que os veículos autônomos são interessantes, e acreditamos que podemos unir os dois" com a Lyft. 

Zimmer disse que a tecnologia de condução autônoma é um elemento-chave na visão de longo prazo da Lyft, concorrente do Uber, para mudar o modelo atual de propriedade de veículos. O empresário disse que só nos Estados Unidos os gastos com a propriedade de carros chegam a US$ 2 trilhões anuais, "por isso acreditamos em cidades em que a maioria desses gastos vão migrar para os transportes como um serviço". 

Mais cedo, a GM e a Lyft anunciaram uma expansão do seu negócio, permitindo a presença de motoristas do Lyft nas cidades de Los Angeles, San Francisco e Denver. As companhias disseram que os motoristas da Lyft também poderão usar o veículo elétrico Chevrolet Bolt, que será lançado em breve.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: GM acredita que os veículos autônomos são mais seguros

Publicado no Verdesobrerodas

Por swissinfo.ch  conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário