Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Fusion Titanium Hybrid Plus custa em torno de R$ 150 mil

Revelado durante o Salão de Detroit (EUA), em janeiro, o novo Ford Fusion estará à venda no País antes do Salão do Automóvel, em novembro. As primeiras unidades do sedã médio-grande feito no México, que recebeu atualizações leves no visual, já estão entre nós. 

Debaixo do capô concentram-se as principais mudanças: o motor 2.0 EcoBoost ganhou 14 cv e agora gera 248 cv – há também um novo V6 2.7 de 329 cv e 48,4 kgfm de torque, ainda não confirmado para o Brasil. No visual, as mudanças limitaram-se à grade dianteira, que passou a ter desenho de colmeia e ao para-choque redesenhado, que traz nova entrada de ar, entre os faróis auxiliares. Atrás, as lanternas foram atualizadas e há um filete cromado "ligando" as duas peças. E só.
Por ora, a Ford traz oito versões do sedã ao Brasil. A de entrada tem motor 2.5 flexível de 175 cv e câmbio automático de seis marchas e parte de R$ 114.400. Já a de topo, Titanium Hybrid Plus, tabelada a R$ 149.900, vem com motor a combustão e elétrico, que geram em conjunto 190 cv, e câmbio CVT de relações continuamente variáveis. Das intermediárias, a Titanium 2.0 Ecoboost, com seus 234 cv, tem câmbio automático de seis marchas. Estas ganharão o motor atualizado com 14 cv extras.
A lista de equipamentos inclui freios regenerativos, alerta de colisão, sistema de estacionamento automático, controlador de velocidade adaptativo, sistema de monitoramento de ponto cego, sensores de chuva e de obstáculos na frente e atrás e teto solar, entre outros.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Fusion Titanium Hybrid Plus custa em torno de R$ 150 mil

Publicado no Verdesobrerodas

Por Estadão conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário