Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 2 de julho de 2016

Cinco carros elétricos incendiaram na China

É bem conhecido que as baterias de íon de lítio geram muito calor, e - se não for projetada corretamente - elas podem, espontaneamente, pegar fogo.

Os fabricantes de laptops aprendeu isso da maneira mais difícil, assim como as montadoras norte-americanas quando testaram a primeira geração de baterias de iões de lítio.
E agora está acontecendo com veículos eletrificados na China, onde cinco deles pegou fogo este ano. Na segunda-feira, chamas consumiram um sedan compacto elétrico iEV5, produzido por Jianghuai Automobile Co., estacionado na beira da estrada no centro de Pequim. Os bombeiros apagaram as chamas, e ninguém ficou ferido. O fabricante disse que está investigando a causa do incêndio.

Em 14 de junho, um crossover plug-in Tang produzido pela BYD Co. pegou fogo durante a condução em uma estrada principal do novo Distrito de Pudong, Xangai. A BYD afirmou que o incêndio foi causado por modificações impróprias realizadas pelo proprietário do carro.

Enquanto os motoristas nestes incidentes não tiveram ferimentos graves, uma tragédia aconteceu em 18 de fevereiro, quando um BYD Qin híbrido plug-in incendiou depois de colidir com um caminhão, em Fuzhou. O motorista do Qin ficou preso e morreu, apesar dos esforços dos transeuntes para tirá-lo do carro em chamas. A BYD ainda não revelou se foi a bateria que causou o incêndio que matou o motorista do Qin.

Os outros dois incêndios envolvidos veículos fabricados pela BYD e SAIC, segundo esses fabricantes, a causa não foram as baterias.

Para incentivar as montadoras nacionais para desenvolver veículos verdes, o governo chinês investiu mais de 30 bilhões de yuans (US $ 4,5 bilhões) para subsidiar as vendas de veículos elétricos e híbridos plug-in produzidos internamente.

Um grande número de veículos eletrificados já foram vendidos na China e os proprietários de automóveis precisam saber se eles estão em risco. Nos primeiros cinco meses, as vendas combinadas de EVs e híbridos plug-in cresceram 134% ante o ano anterior. Yang Jian, da Automotive News China, lembra que as vendas devem continuarem crescendo até 2020 e que com mais EVs e híbridos plug-in programados para chegar ao mercado, medidas precisam ser tomadas para evitar que mais incêndios ocorram.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Cinco carros elétricos incendiaram na China
Publicado no Verdesobrerodas



Por Autonewschina conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário