Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 12 de junho de 2016

Mercedes-Benz anuncia nova plataforma Electric Vehicle Architecture

A Mercedes-Benz revelou detalhes sobre sua nova plataforma modular e escalável EVA (Electric Vehicle Architecture), que tem como característica a possibilidade de atender não só automóveis elétricos, mas também carros movidos por células de combustível. A EVA será a resposta da Mercedes-Benz para a Tesla, dando assim a oportunidade do fabricante germânico de criar carros totalmente dedicados para a nova proposta. 

Basicamente, a EVA é composta por um conjunto de baterias de lítio no assoalho do veículo e dois módulos de tração elétrica. Com isso, a autonomia do novo carro elétrico da Mercedes será de 500 km, tendo 400 km em veículos bem maiores, semelhantes à Classe S. Na variante movida por hidrogênio, a grande bateria de piso dá lugar a um dos tanques pressurizados de hidrogênio, posicionado longitudinalmente. 

Outro maior em transversal fica sob o banco traseiro. O pacote de baterias de lítio sobe para cima do eixo traseiro, que mantém o propulsor elétrico. Já as células de combustível ficam no eixo dianteiro, onde o motor elétrico sai de cena, tendo assim tração apenas na traseira. A autonomia desta versão também é de 500 km. 

A EVA sustentará um carro elétrico de quatro portas e tamanho médio, que a Mercedes-Benz se recusa a dar detalhes, mas que diz que será “perigosamente rápido”. Será um carro capaz de fazer de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos, mas não será um esportivo. A empresa alega que ele será rápido em linha reta, mas não terá a dirigibilidade de um esportivo. 
Por enquanto, a Mercedes evita pensar em um elétrico da AMG, focando apenas em carros plugados de alta performance, mas não dedicados a circuitos fechados. Já no caso do hidrogênio, o primeiro com essa nova configuração será o GLC F-CELL, que terá autonomia de 50 km no modo elétrico.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Mercedes-Benz anuncia nova plataforma Electric Vehicle Architecture

Publicado no Verdesobrerodas

Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário