Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Mais de 1,2 milhões de carros elétricos nas estradas em todo o mundo

Em 2015 o mercado global de veículos elétricos alcançou 1,26 milhões de unidades o dobro de 2014, segundo um novo relatório da AIE que revela, ainda, que as vendas e implementação de infraestrutura de carregamento cresceram significativamente, significando um avanço fundamental para a limitação as emissões de carbono do setor dos transportes.
O relatório ressalta o fato da frota de carro elétrico estar crescendo desde 2010, com os elétricos puro um pouco à frente dos híbridos plug-in PHEV. Enfatiza que 80% dos carros elétricos na estrada em todo o mundo estão localizados nos Estados Unidos, China, Japão, Holanda e Noruega.

Os carros elétricos ainda têm apenas um 0,1% de Market share global, mas eles representam mais de 1% da frota em sete países, incluindo a China, onde os registros triplicaram no ano passado. A Noruega teve a maior quota de carros elétricos, a 23%, seguida pelos Países Baixos, em 10%. Os outros países são a Suécia, Dinamarca, França, China e Reino Unido e Estados Unidos da América, onde houve queda nas vendas de Ev no ano passado.

Políticas de apoio é o principal motor do sucesso de vendas dos automóveis elétricos. Entre outros incentivos, tanto na Noruega quanto nos Países Baixos reduzem os impostos de matrícula dos veículos elétricos, permitindo-lhes o acesso a pistas seletivas. Outros mecanismos de apoio a políticas detalhadas no outlook global EV 2016 incluem pedágios e estacionamentos livres.
Na verdade, não só aumentou as vendas de automóveis elétricos em 2015, mas também de infraestrutura de carregamento, cujo total alcançou 1,45 milhões de unidades, contra 820.000 em 2014 e cerca de 20.000 em 2010. O número de carregadores de acesso público cresceu 71% no ano passado, incluindo 63% a mais de carregadores rápidos.

O relatório analisa o potencial de crescimento do mercado de veículos elétricos (EV). Ele acrescenta que as conclusões do relatório da Energy Technology Perspectives 2016, acompanhamento o recém lançado Clean Energy, que listou os EVs entre os únicas três tecnologias de energia limpa no caminho para atingir metas para 2025, sendo uma transição bem sucedida para um sistema de energia isenta de carbono.
O relatório, também, destaca queda rápida de custos e melhorias de desempenho na última década (desde 2008, as estimativas de custos de bateria foram cortadas por um fator de quatro e densidade de energia da bateria teve um aumento de cinco vezes). Avanço tecnologico e economias de escala devem continuar reduzindo os custos da tecnologia nos próximos anos.
Aumento da adoção EV ajudará metas das alterações climáticas e poluição do ar local. A implantação EV é fundamental para as metas de transporte sustentáveis, juntamente com uma maior utilização dos transportes públicos e estruturas urbanas otimizados para reduzir as distâncias de viagem. A AIE Cenário 2 (2DS) em Energy Technology Perspectives requer pelo menos 39% de crescimento médio anual sustentado para cumprir o seu objetivo intermediário de 2015, a fim de limitar o aumento da temperatura global.

Ainda mais ambicioso, o IEA, suportado pela Iniciativa de Veículo elétricos cita meta de 20 milhões de VEs em 2020, globalmente, enquanto a Declaração de Paris sobre a Eletro-Mobilidade e Mudanças Climáticas e chamada à meta global de implantação de 100 milhões de carros elétricos e 400 milhões de elétricos de duas e três rodas até 2030. O 2DS prevê que todos veículos de duas e três rodas sejam eletrificados em 2050.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Mais de 1,2 milhões de carros elétricos nas estradas em todo o mundo
Publicado no Verdesobrerodas



Por Electric Car Report e IEA conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário