Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Média da Mercedes será um modelo elétrico por ano até 2020

Os alemães da Mercedes-Benz estão trabalhando intensamente para alcançar o objetivo de lançar quatro modelos elétricos até o fim de 2020. O plano envolve dois sedãs e dois crossovers. De acordo com a publicação inglesa "Autocar", os modelos terão características visuais muito próprias, para que sejam "instantaneamente reconhecidos como veículos de emissão zero".

Os novos produtos da Mercedes virão para concorrer com rivais como Tesla Model S e a versão de produção do conceito Audi e-tron Quattro, entre outros. Embora as informações sejam limitadas até o momento, há indícios de que a Mercedes irá utilizar alguns componentes estruturais do Classe C e do Classe S para os dois sedãs. Da mesma forma, os dois crossovers elétricos deverão empregar elementos do GLA e GLC.

Uma versão modificada da plataforma empregada no Classe B elétrico será usada no crossover. Por sua vez, os sedãs deverão utilizar uma variação da plataforma MRA, desenvolvida pela Mercedes especialmente para modelos elétricos.

Essa nova plataforma serve tanto para veículos com tração traseira como para modelos de tração integral, e possibilita uso de até três motores elétricos. Falando nisso, a Mercedes está desenvolvendo uma linha própria de motores, numa escala de potências que vai de 102 a 543 cavalos.

A Accumotive, parceira da Mercedes na produção de baterias, deverá fornecer baterias de íon de lítio, capazer de garantir autonomia "mínima" de 400 quilômetros.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Média da Mercedes será um modelo elétrico por ano até 2020

Publicado no Verdesobrerodas

Por Estadão conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário