Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Alemanha dá 1,2 bilhão de euros em subsídio para veículos elétricos

Consumidores receberão subvenção de 4 mil euros ao comprar veículos puramente elétricos, e de 3 mil euros para os híbridos. "Incentivo ambiental" almeja marca de 1 milhão de carros elétricos na Alemanha até 2020.

O gabinete da chanceler federal alemã, Angela Merkel, deu luz verde nesta quarta-feira (18/05) o programa de "incentivo ambiental" para a compra de carros elétricos na Alemanha. O subsídio, anunciado em abril pelo governo federal e que passa a valer a partir de agora, tem como objetivo impulsionar o número de veículos desse tipo no país.

Compradores de carros puramente elétricos receberão um subsídio direto de até 4 mil euros. Quem optar por um automóvel híbrido, que combina bateria e um motor de combustão, terá direito a 3 mil euros. Além disso, carros elétricos serão isentos de impostos sobre veículos por dez anos.

Os custos do programa, somados em 1,2 bilhão de euros, serão partilhados igualmente entre o governo federal alemão e a indústria automobilística. Os subsídios estarão disponíveis para os compradores até 30 de junho de 2019 – ou até que o total de 1,2 bilhão de euros se esgote. O requerimento do subsídio poderá ser feito tanto por pessoas físicas como jurídicas, através de um portal na internet que será lançado em breve pelo Departamento Federal de Controle Econômico e de Exportações (Bafa, sigla em alemão).

Segundo o vice-chanceler federal e ministro da Economia, Sigmar Gabriel, o programa é vital para o futuro da Alemanha, uma vez que os carros elétricos serão a chave para manter o país em posição de liderança na indústria automobilística europeia. "A crescente demanda desencadeará um investimento importante e necessário para toda a cadeia de abastecimento da área de mobilidade elétrica", declarou Gabriel.

A indústria de automóveis é essencial para a economia alemã, abrangendo um total de 775 mil postos de trabalho e movimentando cerca de 400 bilhões de euros por ano. Segundo dados oficiais, há 25,5 mil carros elétricos e 130 mil veículos híbridos registrados na Alemanha. A soma representa menos de 0,5% do total da frota do país. Com o novo programa, o governo espera que entre 300 mil e 500 mil novos carros elétricos passem a circular.

A meta oficial do Ministério dos Transportes é alcançar a marca de 1 milhão de veículos elétricos na Alemanha até 2020. Em seu portal na internet, a pasta prevê ainda que "será possível evitar o uso de todos os combustíveis fósseis no tráfego urbano dentro de 40 anos".

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Alemanha dá 1,2 bilhão de euros em subsídio para veículos elétricos

Publicado no Verdesobrerodas

Por Deutsche Welle  conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário