Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Europeu compra mais carros híbridos Plug-in do que elétricos

Enquanto os veículos elétricos não dão um passo significativo para colocar um ponto final na limitação de autonomia, aquele que é um dos seus entraves mais evidentes, os automóveis Plug-in híbridos vão dominando as tabelas de veículos movidos a energias alternativas na Europa, segundo adiantam os mais recentes dados avançados pela Comissão Europeia.

Através do Observatório Europeu para os Combustíveis Alternativos (EAFO), um portal recém-lançado para recolha e divulgação de dados relativos a modelos movidos com energias alternativas, a Comissão Europeia apresenta os dados relativos às vendas dos modelos ‘alternativos’ na Europa (compreendendo 33 países, entre os stados-Membros da União Europeia, os membros da EFTA e a Turquia).

No ano passado, os dados indicam uma clara superioridade dos modelos equipados com sistemas Plug-in híbridos sobre os elétricos, com um aumento de registros das 93.149 unidades em 2014 para as 189.005 no final de 2015, um aumento de 203% e uma quota de mercado de 1,3%. Os Plug-in híbridos têm ganho predominância com uma crescente presença em termos de vendas: em 2014 haviam sido registrados 57.210 veículos elétricos e 35.939 PHEV, mas em 2015 os papéis inverteram-se com os PHEV a registrem 100.043 registros face às 88.962 unidades vendidas puramente elétricas.

Isto no que diz respeito ao ano transato. Contudo, uma comparação mais precisa referente ao início de 2016 ainda é difícil de tecer na medida em que os períodos de comparação não são os mesmos, como reconhece a EAFO, uma vez que a comparação de janeiro e fevereiro de 2016 é feita com os três primeiros meses de 2015. Ainda assim, podem-se já retirar algumas ilações.

De acordo com a EAFO, o Renault ZOE é o modelo mais vendido do continente no que a veículos elétricos diz respeito, tendo a marca gaulesa registrado um total de 2976 unidades nos dois primeiros meses do ano de 2016, subindo ligeiramente dos 2941 modelos vendidos nos três primeiros meses do ano passado. Ou seja, a Renault subiu ligeiramente com o seu utilitário elétrico e, sendo esta comparação efetuada com os três primeiros meses de 2015, prevê-se que o ZOE aumente a diferença em relação às vendas do ano transato.

Contudo, no caso da maioria dos outros modelos elétricos, existe uma quebra mais significativa que será difícil recuperar no mês em falta no período comparativo. Exemplo disso é o Nissan Leaf, que no primeiro trimestre do ano passado tinha 4956 unidades, ao passo que no primeiro bimestre de 2016 as vendas registradas foram de 2556 exemplares, o que pode ser explicado pela chegada de uma nova versão com bateria de 30 kWh, de maior autonomia. O Volkswagen e-Golf surge em terceiro lugar, com 1500 unidades vendidas em janeiro e fevereiro, contra 3317 veículos nos primeiros três meses do ano passado, ao passo que o Tesla Model S surge logo a seguir com 1194 exemplares comercializados face a 3474 unidades do trimestre inicial de 2015.
Com 993 unidades vendidas, o BMW i3 surge na quinta posição e com boas perspectivas de superar o valor do ano passado no primeiro trimestre, já que o valor desse período no ano passado foi de 1052 unidades, ou seja, é possível que o modelo bávaro possa superar os resultados do ano passado em termos homólogos. Por outro lado, tanto o Kia Soul EV, como o Mercedes-Benz E-Drive já têm mais vendas em janeiro e fevereiro de 2016 do que nos primeiros três meses de 2016.

O caso é ainda mais evidente na tabela dos Plug-in híbridos, em que o Mitsubishi Outlander PHEV lidera com 2513 unidades vendidas no primeiro bimestre, contra 7513 veículos do trimestre inicial do ano passado, prevendo-se assim que seja difícil ao SUV nipônico equivaler as mesmas vendas. O Volkswagen Golf GTE aparece em segundo com 1517 unidades vendidas e o Volvo XC90 fica em terceiro com 1352 automóveis vendidos.

Em Portugal, em janeiro e fevereiro o modelo mais vendido foi o Nissan Leaf com 14 unidades contra as 55 do trimestre do ano passado, seguido pelo BMW i3 com 12 e pelo Tesla Model S com 5. Nos Plug-in híbridos, o Mitsubishi Outlander PHEV também leva a melhor com 37 unidades vendidas nos dois primeiros meses deste ano contra as 15 do ano passado, mostrando assim um início de ano bem-sucedido. O Mercedes-Benz C350 e surge em segundo lugar, com 15 unidades vendidas.

O site da EAFO encontra-se ainda em fase de lançamento, pelo que se espera ainda a divulgação de dados referentes a veículos com outros sistemas de locomoção.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Europeu compra mais carros híbridos Plug-in do que elétricos

Publicado no Verdesobrerodas

Origem: automonitor

Nenhum comentário:

Postar um comentário