Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Tesla Model 3 com autonomia de 400 km

As portas que se abrem como asas de um falcão do Model X, o novo carro da Tesla, o diferencia de outros SUVs grandes e caros. Mas assim como seu Model S, um sedã esportivo elétrico de luxo, a maior diferença é o fato de ser movido a bateria. A Tesla Motors conquistou o mercado automobilístico com carros elétricos que atraem pessoas ricas interessadas em difundir uma imagem de consciência ambiental, com o investimento em projetos de tecnologia de ponta não poluentes. 

Porém no final de março a Tesla irá lançar o Model 3, um carro mais barato destinado a um mercado de massa com um poder aquisitivo maior. Mas as vendas desse novo modelo serão bem mais difíceis, porque a empresa vai entrar em um nicho do mercado no qual a concorrência é maior.

Até então o sucesso da Tesla tem se apoiado em um mercado especializado e que oferece novas oportunidades de negócios. Os preços dos carros elétricos maiores e mais caros da Tesla, com o preço inicial de US$70,000, absorvem com facilidade o alto custo da bateria. 

Além disso, as baterias oferecem uma autonomia de mais de 400 km entre as recargas e uma velocidade maior de aceleração. Em 2015, pouco depois dos dez anos de ter sido fundada, as vendas da Tesla ultrapassaram 50 mil carros. Em 2020 a expectativa é de venda de 500 mil automóveis por ano, a maioria de carros Modelo 3.

A Tesla mostrou que as barreiras para entrar no mercado automobilístico são menos intransponíveis do que se imaginava. A empresa comprou uma fábrica em Fremont, Califórnia, da GM e Toyota por apenas US$42 milhões, depois que as empresas encerraram a joint venture e a General Motors pediu recuperação judicial em meio à crise financeira mundial. A Tesla também comprou equipamentos para a fábrica por um preço barato de fabricantes de automóveis, que estavam reduzindo a capacidade de produção.

A Tesla reescreveu a economia da fabricação de carros elétricos. A empresa reduziu os custos altos de produção ao agrupar centenas de pequenas baterias de laptop produzidas em massa. Segundo a Tesla, o custo de suas baterias de íons de lítio recarregáveis corresponde à metade do que os grandes fabricantes de automóveis pagam aos fornecedores pelas baterias grandes feitas sob encomenda. 

E que a Gigafactory, a enorme fábrica de baterias em fase de conclusão no deserto de Nevada, irá cortar os custos em mais 30%. Mas a empresa precisará ter um excelente desempenho para manter sua liderança. Hoje, a Tesla não tem concorrentes diretos. Porém a Apple, Audi, Jaguar e outros fabricantes de automóveis de luxo planejam fabricar carros elétricos. Com o lançamento do Modelo 3 o modelo de negócios da Tesla será submetido a um teste.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Tesla Model 3 com autonomia de 400 km

Publicado no Verdesobrerodas

Origem: Opinião e Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário