Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Montadoras devem aumentar produção de híbrido e elétrico para atender EPA

Nos Estados Unidos da América o crescimento das vendas de SUV está aumentando o consumo de gasolina. Os norte americanos estão optando por comprar mais pick ups e menos caros de passeio. Mas isso não significa o fim da estrada para metas de eficiência de combustível.

A Agência de Proteção Ambiental e da Administração Nacional de Segurança do Tráfego Rodoviário exige que a economia média de combustível para veículos novos nos EUA seja de cerca de 17 quilômetros por litro de gasolina (40 milhas por galão) em 2025.
A partir de 2015, os veículos híbridos e elétricos foram os únicos que atenderam padrões para 2025. Até agora, a maioria dos fabricantes de automóveis não estão inclinado a vencer os requisitos de emissões com uma década de antecedência. Mesmo assim, 26% dos modelos 2015 já atingiu a meta para 2018.
 Para atender, eventualmente, os padrões de 2025, as montadoras terão de abraçar uma mistura de aumento de eletrificação e de outras tecnologias capazes de reduzir o consumo de combustível. Elas, também, terão de investir mais dinheiro em pesquisa e desenvolvimento, o que pode resultar em preços de etiqueta mais elevados dos carros. Aqui estão vários cenários de tecnologia de adoção, que a EPA acredita que as empresas de automóveis possa abraçar a fim de alcançar as metas:

Em janeiro deste ano, 2,9% das novas vendas de frotas nos EUA foi de veículos elétricos ou híbrido, de acordo com dados HybridCars.com. Os cenários EPA espera que os veículos híbridos e elétricos representem entre 4% e 14% da frota total em uma década. A Aliança Auto, um grupo comercial que representa os principais fabricantes de automóveis, estima que 39% da frota em 2025 precisa ser híbridos completos para atingir padrões de eficiência de combustível.

A maioria das mudanças necessárias para atingir os padrões de emissões para 2025 será nos modelos movidos a gasolina, de acordo com a EPA. Como você pode ver a partir dos dados de produção 2015, há uma série de tecnologias de economia de combustível disponíveis para carros a gasolina que ainda não foram amplamente implementados pelas montadoras, a exemplo de sistemas pára-arranca e desativação de cilindros e transmissão continuamente variável (em falta em muitos modelos). Um carro movido a gasolina terá que utilizar uma variedade de tais tecnologias para manter-se nos padrões futuros de consumo de combustível.

Diante de tudo isso, provavelmente o aumento da participação de veículos híbridos, elétricos e fuel cell deverá dominar a preferencia dos fabricantes sem prejuízo do aumento da eficiência dos modelos a gasolina que continuarão dominando a frota da próxima década.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Montadoras devem aumentar produção de híbrido e elétrico para atender EPA
Publicado no Verdesobrerodas



Origem: Moneyweb/VSR

Nenhum comentário:

Postar um comentário