Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Motor do elétrico Volt poderá equipar carros da concorrêcia

Veículos de montadoras concorrentes podem utilizar o motor híbrido do Chevrolet Volt 2016 no futuro. A afirmação foi feita pelo chefe global de powertrain da GM Dan Nicholson em entrevista ao site Automotive News após a inauguração do Centro de Performance e Corrida da marca em Pontiac, no estado de Michigan. “Nós queremos ser o parceiro de escolha em desenvolvimento de sistema de propulsão nessa complexa e turbulenta era de que estamos nos aproximando”.

A possível parceria traria benefícios para ambos os lados. Enquanto a GM diminuiria custos ao produzir em escala maior, as outras empresas - sem muita tradição em elétricos - economizariam em pesquisa, desenvolvimento e produção e conseguiriam colocar veículos híbridos mais cedo no mercado. “Nós temos história em sermos bons parceiros”, ressaltou Nicholson. No caso de colaboração, a responsabilidade de adaptar a plataforma para o novo veículo e de calibração possivelmente ficaria com a parceira.

Só que o compartilhamento do powertrain - bastante elogiado até o momento - não deve sair tão cedo. Para o Autoblog, Kevin Kelley, porta-voz da GM, disse que não estava ciente de nenhuma negociação com outras montadoras.

O Volt 2016 foi apresentado no Salão de Detroit com dois motores: um a combustão 1.5 de quatro cilindros que produz 101 cv de potência, e outro elétrico que desenvolve, em conjunto, 149 cv e 40,5 kgfm de torque. No modo elétrico, o automóvel tem velocidade máxima de 157 km/h e viaja até 80 km em uma recarga. Segundo a empresa, com a bateria descarregada, o carro leva cerca de 15 horas em uma tomada de 120V para recarregar ou 4,5 horas em uma tomada 240V. Com os dois motores, a autonomia é de 676 km, já que o propulsor a gasolina gera energia suficiente para recarregar o pack de baterias.

VerdeSobreRodas, o seu ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem:Motor do elétrico Volt poderá equipar carros da concorrêcia

Publicado no Verdesobrerodas

Origem: Autoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário