quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Primeiro carro a hidrogênio em série é da Hyundai


A Hyundai tornou-se a primeira fabricante de veículos a produzir em série um carro elétrico alimentado por gerador eletroquímico a hidrogênio, também conhecido como célula de combustível. O modelo escolhido para dar início à produção foi o utilitário esportivo ix35 Fuel Cell, que saiu da linha de montagem de uma das fábricas em Ulsan, sede da companhia na Coreia do Sul. A tecnologia vem sendo testada por vários fabricantes no mundo desde os anos 1990, mas devido ao alto custo até agora ninguém tinha arriscado a lançar um modelo no mercado, como fez agora a Hyundai, que vai fornecer os primeiros veículos para frotistas na Europa.

O coração do sistema é um gerador eletroquímico, um catalizador com membranas de carbono que recebe injeção de hidrogênio e ar comprimido. Dentro do dispositivo, as moléculas são separadas, gerando a energia que vai alimentar a bateria e o motor elétrico de propulsão. O único resíduo dessa reação química é vapor d’água expelido pelo escapamento – a junção das moléculas de hidrogênio e oxigênio do ar forma H2O quente.

A principal vantagem dos carros com gerador químico a hidrogênio é a autonomia muito superior ao de carros elétricos alimentados por baterias, que rodam atualmente o máximo de 100 a 160 quilômetros antes de precisarem ser recarregados. O ix35 Fuel Cell, segundo a Hyundai, com apenas um tanque abastecido com a capacidade máxima de 5,6 quilos de hidrogênio líquido armazenado sob pressão de 700 bar, pode rodar até 594 quilômetros – autonomia semelhante ao de muitos automóveis com motor a combustão, mas sem gerar emissões de poluentes. O consumo é de apenas 0,95 kg de hidrogênio a cada 100 km, o equivalente a 27,8 km/l. O desempenho também é parecido ao de veículos comuns: o motor elétrico gera 136 cavalos e leva o ix35 a até 160 km/h, com aceleração de 0 a 100 km/h em 12,5 segundos.

VENDAS E ESTRATÉGIA

“O ix35 Fuel Cell prova que não é mais um sonho o uso diário de veículos com a tecnologia de células de combustível a hidrogênio”, disse Eok Jo Kim, vice-presidente do conselho da Hyundai Motor, durante a cerimônia de lançamento oficial do carro. As primeiras 15 unidades serão fornecidas para a frota da cidade de Copenhagen, na Dinamarca, como parte da iniciativa do município de zerar emissões de carbono até 2025. Outros dois ix35 elétricos já foram adquiridos pela prefeitura de Skane, na Suécia.

Ulsan, berço da Hyundai, também quer aumentar a frota desses veículos: “Ao criar mais estações de abastecimento (de hidrogênio) para apoiar a produção de modelos a célula de combustível, vamos fazer de Ulsan uma referência para automóveis ecoamigáveis”, disse Mang Woo Park, prefeito da cidade.

A Hyundai planeja fabricar cerca de mil ix35 Fuel Cell até 2015 e arrendá-los para frotistas públicos e privados, primeiro nos países da União Europeia onde os governos estabeleceram metas de distribuição de hidrogênio e construção de postos de abastecimento. Após 2015 a fabricante coreana espera que os custos de produção já tenham caído e a infraestrutura de hidrogênio esteja pronta, para então começar a vender no varejo, em suas concessionárias, os veículos com célula de combustível.

A aposta é de que a legislações adotadas por diversos países no mundo para reduzir emissões e a dependência de combustíveis fósseis abra espaço para os modelos elétricos a hidrogênio. A Hyundai avalia que modelos como o ix35 Fuel Cell estejam em linha para ajudar a cumprir o acordo firmado em 2009 pelas oito maiores economias da União Europeia, com meta de cortar em 80% as emissões de CO2 até 2050, ou para atender a dura regulamentação da Califórnia, nos Estados Unidos, que planeja diminuir a zero as emissões veiculares no Estado americano.

DESENVOLVIMENTO

Segundo a Hyundai, o ix35 elétrico a hidrogênio é resultado do “investimento de vários milhões de dólares” e 14 anos de desenvolvimento próprio, que envolveu centenas de engenheiros de seu centro de pesquisa em Mabuk, na Coreia. Foram executados testes que somam mais de 3 milhões de quilômetros rodados em condições reais na Europa, Estados Unidos e Coreia. O primeiro ix35 Fuel Cell produzido em Ulsan será mostrado no próximo Salão de Genebra, na Suíça, de 7 a 17 de março.

Publicado por Evaldo Costa - Verdesobrerodas      
Fonte: AutomotiveBusiness

Nenhum comentário:

Postar um comentário