terça-feira, 29 de julho de 2014

Leitores do VerdeSobreRodas têm descontro em evento


Venda de carros elétricos cresce 77% na Europa

Nos primeiros seis meses do ano, foram matriculados 30 mil carros elétricos, mais 77% do que em igual período do ano anterior!
A Noruega continua a ser o país com mais carros elétricos vendidos. Entre Janeiro e Junho de 2014, foram matriculados 9.550 elétricos. De seguida, aparece a França, com 6405, e em terceiro lugar aparece a Alemanha, com 4230 matriculações.

No que diz respeito a modelos, o Nissan Leaf continua a ser o preferido dos europeus. Nos primeiros seis meses do ano, a Nissan entregou 7.109 unidades do Leaf. Segue-se o Tesla Model S, com 5.330 unidades vendidas, e o Renault ZOE com 3.669 matriculadas.

Publicado em Verdesobrerodas
Fonte: e-move

Tesla lancará carro elétrico com 800 km de autonomia

O CEO e fundador da Tesla Motors, Elon Musk, revelou que irá lançar um carro elétrico com 800 quilômetros de autonomia.

Musk não deu nenhuma data de lançamento, mas referiu que o modelo com 800 quilômetros de autonomia estaria pronto em breve.

O responsável  considera que a densidade das bateria e o coeficiente aerodinâmico são fundamentais para atingir esta autonomia.

Publicado em Verdesobrerodas
Fonte: e-move

BMW lança carregador rápido para o elétrico i3

Durante o Plug-In 2014, conferência dedicada a discutir questões-chave para o sucesso a longo prazo de veículos elétricos, a BMW da América do Norte lançou o seu BMW i DC, Carregadores rápidos que pode carregar até 80 por cento da bateria do i3 totalmente elétrico em até em 30 minutos.

Um desenvolvimento conjunto entre BMW e Bosch Automotive Service Solutions, os Carregadores rápidos BMW i DC dá um passo importante para o desenvolvimento do mercado de carros elétricos. O primeira Carregador Rápido BMW i DC estará em exposição no Plug-In 2014, em 28 de julho no Centro de Convention, San Jose, Estados Unidos da América.

A BMW também anunciou seu novo programa carga rápido chamado ChargeNow DC em cooperação com NRG eVgo, na qual os motoristas BMW i3 na Califórnia poderão desfrutar sem nenhum custo, até 2015, de carregamento rápido, em vários locais.

Publicado em Verdesobrerodas

Fonte: Electric Car Report


Ferrari com motores elétricos

O rígido controle de emissões e de consumo exigido no mercado europeu provocou uma gigantesca mudança de comportamento da indústria de automóveis. A prova desta mudança é o constante investimento em motores menores e mais eficientes por meio do downsizing. O procedimento inclui a adoção de turbo e até mesmo a criação de superesportivos híbridos como Ferrari LaFerrari, McLaren P1 e Porsche 918. A última novidade nesse sentido é a criação do turbo de acionamento híbrido.
Assim como a Audi, que também está apostando na tecnologia para um futuro próximo, a Ferrari estuda a possibilidade de incorporar este novo sistema em motores V8.  O primeiro modelo a receber este novo equipamento será a versão reestilizada da 458 Italia que estreará em 2015. É cotada também a utilização do novo sistema na Ferrari FF. Os maiores motores V12 da Ferrari não adotarão o turbo híbrido, ficando restritos ao sistema híbrido semelhante ao usado na LaFerrari. 

O sistema utiliza motores elétricos para “girar” o turbo em rotações mais baixas. Com isso, além de se eliminar o “turbo lag” (situação na qual o componente não atua devido às baixas rotações do motor), o propulsor também ganharia em performance, tendo mais torque em baixas rotações, assim como em eficiência. A partir do momento em que o motor atinge um nível de rotações no qual o turbo funcione de maneira convencional, o sistema elétrico para de atuar.

O retorno dos motores turbo à montadora se deu pelo conversível California T. Até então, o último modelo de produção que utilizava motor turbo era a Ferrari F40 em 1987. Os sucessores F50, Enzo e até mesmo a atual LaFerrari não contaram com o impulso do turbo, apostando na força bruta do motor aspirado, com ajuda do motor elétrico no caso do último modelo. Vale lembrar que a tecnologia já está em testes nas pistas de competição, por meio do bólido da marca que disputa o campeonato de Fórmula 1.

Publicado em Verdesobrerodas
Fonte: Autopolis