sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Kangoo 100% elétrico em Salvador

Dois veículos elétricos Renault Kangoo Z.E. (Zero Emissão) passam a integrar a frota do Grupo TPC, um dos maiores operadores logísticos do Brasil.

O anúncio foi feito ontem durante abertura do II Fórum Nordeste Logística ADVB BA, em Salvador, na Bahia. O comercial leve da Renault 100% elétrico foi escolhido para fazer parte do Programa de Logística Sustentável da TPC, que busca a redução das emissões de CO² em suas atividades de logística urbana. Esta é uma operação pioneira no nordeste brasileiro e um dos veículos será destinado às entregas de produtos da indústria de cosméticos Natura.

O Kangoo Z.E. é o primeiro furgão 100% elétrico, com zero emissão de CO², disponível no mercado. A versão mantém as mesmas qualidades funcionais do Kangoo com motor de combustão interna, idêntico volume de carga (650 kg), e o mesmo padrão de conforto. O modelo é equipado com motor de 60cv e 23,1 kgfm. Sua autonomia é de 170 km.

O Renault Kangoo ZE foi escolhido para compor o Projeto de Logística Sustentável do Grupo TPC por ser 100% elétrico e homologado para rodar no País, encaixando-se na decisão da empresa de adotar uma política de ações de sustentabilidade. “Buscamos alternativas no que diz respeito à redução de emissão de CO² em nossas operações de logística urbana. Concluímos que a melhor alternativa é o carro elétrico. Dessa forma, decidimos testar este modal de transporte e estendê-lo a toda região norte e nordeste”, observou Leonardo Barros, presidente do Grupo TPC.

De acordo com os planos da empresa, um dos veículos elétricos será usado em operações logísticas de produtos da Natura, realizando cerca de 70 entregas diárias na região metropolitana de Salvador. Um posto de abastecimento energético será instalado no Centro de Distribuição do Grupo TPC na cidade de Simão Filho, Bahia. Com um custo médio de R$ 5 por carga elétrica, o veículo rodará entre 80 e 120 km.

Publicado em Verdesobrerodas
Fonte: Cross Brasil

Curitiba já reduziu quase duas toneladas de emissões de CO²

O projeto-piloto é composto por oito eletropostos e uma frota de dez veículos elétricos. Se esse comparativo levasse em consideração um universo de mil carros elétricos em um ano, por exemplo, 1.160 toneladas de CO2 deixariam de poluir o ar, quantidade de poluentes que, para ser neutralizada, exigiria o oxigênio produzido por 165 mil árvores.

O resultado foi apresentado nesta quarta-feira, 20, durante a primeira avaliação do Curitiba Eco-elétrico, projeto piloto que reúne a Itaipu Binacional, a Prefeitura de Curitiba, a Renault, o Centro de Excelência da Indústria da Mobilidade (CeiiA) e outros parceiros.

O monitoramento inclui o cálculo dos gases de efeito estufa que deixam de ser lançados na atmosfera, principalmente o CO², já que os veículos elétricos não provocam poluição do ar e nem sonora, pois o motor é silencioso.

Em relação à poluição atmosférica, o projeto demonstra que o uso de carros elétricos de forma massiva contribuiria para reduzir os índices e, por consequência, também diminuir os riscos para a saúde pública. Só no Estado de São Paulo, a poluição atmosférica vai matar até 256 mil pessoas nos próximos 16 anos, segundo projeção feita por pesquisadores da USP para o Instituto Saúde e Sustentabilidade.

Publicado em Verdesobrerodas
Fonte: Jornal O Farol

Carro do Google terá que ter controle manual durante os testes

No início deste ano, o Google causou um certo alvoroço ao revelar seu carro autônomo que não possui volante nem pedais de freio e acelerador. Pronto para testes nas ruas da Califórnia, ele vai ter que passar por uma adaptação antes de ir para as vias públicas. Isso porque o Departamento de Veículos Motores do estado criou uma lei que obriga carros autônomos a possuírem controles manuais (nesse caso, volante e pedais) antes de serem testados nas estradas.


A nova lei entra em vigor no dia 16 de setembro e o Google disse que vai se adequar a ela adicionando pedais e volante temporários nos 100 protótipos que vão para as ruas. A empresa diz que está tomando todos os cuidados necessários.

Do outro lado, os reguladores também estão bem atentos. Tanto que negaram o pedido do Google de testar outros veículos autônomos, como motocicletas e caminhões.

Os carros autônomos do Google vão ser testados nas ruas a partir do próximo mês, já com as adaptações feitas. Eles vão atingir velocidade máxima de 40km/h para que seja fácil controlá-los ou para evitar danos maiores caso haja um acidente. O Google espera que os modelos finais estejam prontos em poucos anos.

Para guiar sozinho, o carro elétrico utiliza uma combinação de sensores de laser, radar e uma câmera instalada no teto do veículo. Imagens divulgadas pelo Google mostram que o automóvel não tem capô na frente e as rodas são mais afastadas para os lados. A dianteira é fabricada em material macio, semelhante a uma espuma, para proteção dos pedestres em um possível atropelamento. E o para-brisa também é mais flexível.

Publicado em Verdesobrerodas

Fonte: Adrenaline

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

BYD lança caminhão elétrico para centros urbanos

BYD certamente não tem o apelo da Tesla (embora seja bastante popular no mercado chinês). No entanto, tem sido um forte líder na área de veículos elétricos. O seu modelo elétrico e6 encontrou o seu caminho para uma série de frotas de taxi. Além disso os seus ônibus elétricos têm conquistado espaço no mercado global. É também um grande inovador da bateria, tendo iniciado recentemente produção de baterias de fosfato de ferro de lítio manganês.

Engana-se quem pensa que a empresa se limitou aos carros e carros elétricos. A BYD acaba de introduzir um caminhão elétrico no marcado. Trata-se de um caminhão baú totalmente elétrico chamado T5. Embora tenha autonomia de 400 km (250 milhas por carga), e velocidade máxima de 50 quilômetros por hora (cerca de 31 MPH), pode ser ideal para o serviço de entrega em cidades congestionadas da China.

Publicado em Verdesobrerodas

Fonte: Cleantechnica


Los Angeles tem aluguel de carro elétrico com menor taxa do mundo

O Grupo automotivo MPG de aluguel de carro em Los Angeles está oferecendo o Tesla Model S pela menor taxa diária no mundo. O grupo disse que está oferecendo o modelo elétrico da Tesla por apenas US$ 375 por dia. Os indivíduos são especialmente encorajados a fazer um test drive com o programa de test drive MPG do grupo. Se você sempre quis comprar um veículo híbrido ou elétrico, o grupo Aluguer MPG Car vai colocá-lo no assento do motorista e dar-lhe a chance de ver como ele lida. Você será capaz de construir o seu nível de conforto e ver se o veículo é ideal para suas necessidades.

O Tesla Model S foi especialmente elogiado pela crítica, e promete proporcionar uma experiência de condução de alta qualidade para todos os locatários. O veículo é extremamente seguro e tem ótimo desempenho na estrada. Ele não emite qualquer poluição, tornando-se uma escolha muito ecologicamente eficiente para aqueles que querem ajudar a reduzir a sua pegada de carbono.

Publicado em Verdesobrerodas

Fonte: Electric Car Report